Transporte coletivo e Rodoanel terão R$ 27 bilhões

Somente para o Rodoanel estão previstos R$ 3,6 bilhões

sex, 21/03/2008 - 11h51 | Do Portal do Governo

A principal ação do governo estadual para ajudar a desafogar o trânsito na Região Metropolitana de São Paulo é o investimento maciço no transporte coletivo – trem, metrô e ônibus. Simultaneamente, o governo está construindo o Trecho Sul do Rodoanel Mário Covas. Também faz parte do plano implantar o trem expresso até o aeroporto governador André Franco Montoro, em Guarulhos. Com o apoio de parceiros, o Governo do Estado prevê investimentos superiores a R$ 27 bilhões nesse pacote de ações.

Somente para o Rodoanel estão previstos R$ 3,6 bilhões. As obras do trecho Sul, com 61,4 quilômetros de extensão, serão concluídas até abril de 2010. Aliado ao trecho Oeste, já finalizado, o trecho Sul deverá reduzir em cerca de 43% o movimento de caminhões na Marginal do Rio Pinheiros e em 37% na avenida dos Bandeirantes.

Em relação aos transportes urbanos as metas são: reverter a tendência de redução da participação do transporte coletivo, que passaria a representar 52%, reduzir as viagens a pé em 24%; aumentar a participação do sistema sobre trilhos no coletivo, chegando a 33% e diminuição do tempo de viagem em 30%, passando de 40 para 28 minutos. Para alcançar este objetivo, a malha convencional de trens metropolitanos dobrará a sua capacidade em relação ao índice 2005/2006.

Na CPTM, 162 quilômetros terão qualidade de Metrô de superfície. Todos os 253 quilômetros serão modernizados até 2011 com a redução média do intervalo de trens em 25%. Além disso, mais 99 novos trens serão incorporados ao sistema. O Metrô deve ser estendido em mais 35 quilômetros até 2014 com destaque para a conclusão do trecho Alto Ipiranga-Vila Prudente, na Linha 2, e do trecho Largo 13-Chácara Klabin, na Linha 5. A Linha 4 em construção com ligação entre a Luz e a Vila Sônia terá capacidade de transportar 730 mil passageiros a mais por dia.Da Secretaria do Planejamento

(C.M.)