Transp. Metropolitanos: Acessa São Paulo completa seis meses na CPTM

Neste período, foram atendidos 192 mil nos 12 infocentros disponíveis nas estações

qui, 02/03/2006 - 15h34 | Do Portal do Governo

Em apenas seis meses, 192.251 atendimentos foram realizados nos 12 infocentros disponíveis nas estações da CPTM. Bem-sucedida, a adesão ao programa do Governo do Estado Acessa São Paulo, iniciada em agosto de 2005, visa a inclusão digital dos passageiros da ferrovia.

Trabalhadores, estudantes e demais usuários podem utilizar, gratuitamente durante 20 minutos, a média de 14 computadores instalados por posto. Nos infocentros é possível fazer pesquisas, digitar textos, elaborar currículos, buscar informações sobre empregos e concursos, enviar e-mails, além de acessar serviços de utilidade pública, como: boletim de ocorrência eletrônico, recadastramento de CPF e consulta a multas de trânsito, entre outras facilidades.

As dúvidas dos usuários são esclarecidas por atendentes capacitados, que ficam à disposição em cada infocentro: Piqueri e Barra Funda, na Linha A (Brás-Francisco Morato); Socorro, Granja Julieta e Pinheiros, na Linha C (Osasco-Jurubatuba); Dom Bosco, José Bonifácio e Mogi das Cruzes, na Linha E (Luz-Estudantes); Brás, Tatuapé, São Miguel Paulista e Itaim Paulista, na Linha F (Brás-Calmon Viana).

Funcionamento

Os postos na CPTM funcionam de segunda a sexta-feira, das 8 às 14 horas, exceto nas estações Brás, Tatuapé e Barra Funda, onde ficam abertos das 9 às 18 horas.

Para incentivar ainda mais a utilização pela comunidade, principalmente entre os estudantes, a companhia oferece três infocentros fora das áreas pagas nas estações Granja Julieta, Socorro e Mogi das Cruzes.

Utilizar o serviço nos postos é bastante simples: basta preencher uma ficha de identificação no próprio infocentro. Menores de idade precisam estar acompanhados dos pais ou responsáveis. É necessário, também, assinar um termo de compromisso que estabelece regras para o uso dos equipamentos, proibindo o acesso a sites de conteúdo pornográfico, instalação de softwares e a prática de pirataria e vandalismo eletrônico.

Acessa São Paulo

O programa é uma iniciativa do Governo do Estado de São Paulo, conduzida pela Imprensa Oficial com apoio da Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo). Instituído em julho de 2000, o Acessa São Paulo conta com 650 mil usuários cadastrados e já viabilizou mais de 13,5 milhões de atendimentos. Ao todo, foram criados 238 infocentros e mais 109 estão em fase de implantação. O objetivo é levar os recursos da Internet à população de baixa renda, a fim de estimular o desenvolvimento humano e social.

Na CPTM, o modelo adotado é conhecido como POPAIs (Postos Públicos de Acesso à Internet). Sua configuração foi desenvolvida em parceria com secretarias e órgãos do Governo do Estado que têm grande fluxo de pessoas, como por exemplo, as empresas de transporte público, que cedem o espaço e contratam os atendentes.

Secretaria dos Transportes Metropolitanos