SP fará testes rápidos de HIV nas prisões

Objetivo é rastrear portadores de HIV e oferecer tratamento gratuito aos detentos

seg, 28/03/2011 - 12h00 | Do Portal do Governo

A Secretaria da Saúde, em parceria com a Secretaria de Administração Penitenciária, oferecerá testes rápidos de HIV em unidades prisionais do Estado. O objetivo é rastrear, entre os detentos, eventuais portadores do vírus da Aids e, com isso, oferecer tratamento gratuito à população privada de liberdade.

“Trata-se de uma ação fundamental para estimular o diagnóstico precoce do HIV entre a população carcerária, evitando complicações decorrentes da infecção pelo HIV”, diz a diretora do Programa Estadual de DST/AIDS, Maria Clara Gianna.

Para colocar a medida em prática o Centro de Referência e Treinamento em DST/Aids, unidade da Secretaria da Saúde, iniciou neste ano a capacitação de profissionais de saúde de 150 Centros de Detenção Provisória (CDPs) e presídios do Estado.

Dois treinamentos já foram realizados, para profissionais dos CDPs de São Miguel, Pinheiros e Belém, na capital paulista, e Santo André, Mauá, Osasco, Itapecerica da Serra, São Bernardo do Campo e Guarulhos, na região metropolitana. As próximas capacitações irão ocorrer em Ribeirão Preto e Araraquara.

As unidades prisionais serão orientadas a oferecer o teste rápido no momento em que o preso der entrada no local. Além da capacitação para os testes anti-HIV, a Secretaria também fornece camisinhas e material educativo para os detentos. Os serviços prisionais irão oferecer o teste conforme forem reorganizando a estrutura de trabalho.

Da Secretaria da Saúde