Secretário de Estado da Habitação recebe prefeito de Sabino

Objetivo foi tratar de assuntos referentes a projetos para reduzir o déficit habitacional no município

ter, 17/04/2007 - 19h45 | Do Portal do Governo

O secretário de Estado da Habitação e presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), Lair Krähenbühl, receberam nesta terça-feira, dia 17, o prefeito de Sabino, Gilmar José Siviero, em audiência na sede da pasta, em São Paulo.

O encontro teve como objetivo apresentar a nova política da Secretaria da Habitação e tratar de assuntos referentes a projetos para reduzir o déficit habitacional no município. O deputado federal Arnaldo Jardim foi quem articulou a reunião.

O secretário falou sobre a nova linha de atuação da Secretaria da Habitação, que está dando ênfase à regularização fundiária e à urbanização, sem deixar, entretanto, de atender a necessidade de construir novas moradias. Ao mesmo tempo, o prefeito teve a oportunidade de entregar reivindicações que serão analisadas pelo secretário.

Segundo Krähenbühl, é importante discutir e aprimorar os processos que envolvem a questão habitacional para atender com rapidez as demandas dos municípios. Isso inclui agilizar a tramitação e a aprovação de projetos, que são de responsabilidade do Grupo de Análise e Aprovação de Projetos Habitacionais (Graprohab), vinculado à Secretaria. Passa também pelo cumprimento de prazos, a ocupação de espaços institucionais, o trabalho de pós-ocupação dos conjuntos habitacionais, a elaboração de novas modalidades de atendimento aos municípios, entre outras questões. O secretário lembrou que os prefeitos devem participar desse esforço concentrado, realizando novos projetos já direcionados à regularização.

Outras mudanças nos projetos da Secretaria também estão em estudo. Como, por exemplo, alterações nas tipologias dos empreendimentos da CDHU, visando melhorar a qualidade de vida dos moradores. A intenção é que os conjuntos tenham mais áreas verdes e de lazer separadas para crianças e adolescentes, e também hidrômetros individuais e energia solar, no caso de prédios. Conforme Krähenbühl, os municípios podem cooperar enviando projetos com tipologias alternativas para avaliação.

Após a audiência, o prefeito classificou o encontro como positivo. “Nós pleiteamos a construção de 100 casas no município e a expectativa é iniciarmos 50 unidades ainda este ano e outras 50, em 2008”, comentou Gilmar José Siviero.

Da Assessoria de Imprensa da CDHU

(R.A.)