Saúde: Secretaria reforça vacinação contra febre amarela antes das férias

Imunização deve ser realizada 10 dias antes de viagem

seg, 11/12/2006 - 13h07 | Do Portal do Governo

A Secretaria de Estado da Saúde inicia reforço à vacinação contra febre amarela neste fim de ano. O objetivo é imunizar pessoas que viajarão para áreas de risco no Brasil e manter a doença fora do Estado, como já acontece desde 2001. A vacina deve ser aplicada pelo menos 10 dias antes da viagem.

O último caso de febre amarela em São Paulo ocorreu em 2000, ano que duas pessoas contraíram a doença. Desde 1990 estes são os únicos casos. Quem pretende ir para as regiões norte e centro-oeste do Brasil, aos estados do Maranhão e Minas Gerais, à região oeste do Estado de São Paulo, além de alguns municípios da Bahia, Piauí, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, deve receber uma dose da vacina contra a doença, que pode levar à morte.

“A vacinação contra febre amarela é muito importante para os viajantes. Quem pretende passar por áreas de risco precisa ir a um posto de saúde antes de arrumar as malas”, afirma Helena Sato, coordenadora de Imunização da Secretaria.

A vacina é gratuita e tem validade por dez anos. No site do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado (www.cve.saude.sp.gov.br) é possível checar a lista das áreas de risco de transmissão da febre amarela e dos postos onde a vacina está disponível. Além de postos em todo o Estado, a vacina está disponível nos postos de Saúde do Viajante, nos aeroportos de Congonhas e Guarulhos, nos terminais rodoviários Barra Funda e Tietê, Instituto de Infectologia Emílio Ribas e Hospital das Clínicas de São Paulo.

Causada por um vírus do gênero Flavivírus, a doença tem como sintomas febre alta, dor de cabeça e lombar, náuseas, vômito, prostração e calafrios.

Outra vacina

Quem pretende viajar à Bahia nestas férias precisa tomar vacina contra sarampo. A indicação também é da Secretaria de Estado da Saúde. A vacina deve ser tomada 15 dias antes da viagem e não é recomendada a gestantes. Todos os postos de saúde do Estado têm a vacina.

As pessoas que já tomaram a vacina não precisam se imunizar novamente. Na dúvida é importante levar a carteira de vacinação a um posto de saúde. Quem não tem a carteira e não sabe se já foi vacinado deve ser imunizado.

Da Secretaria de Estado da Saúde