São Paulo investe R$ 370 milhões em malha viária

As pistas das marginais Tietê e Pinheiros foram integralmente restauradas e a obra de ampliação do acesso à via Anhangüera foi iniciada

sex, 06/04/2007 - 14h54 | Do Portal do Governo

Nos 76,4 quilômetros das pistas expressas e auxiliares das marginais dos rios Tietê e Pinheiros o Governo do Estado investiu R$ 106,2 milhões. Para a restauração dessas pistas foi realizado um convênio entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria dos Transportes, e a Prefeitura de São Paulo.

O objetivo era conferir segurança e eficiência a essas vias, que estão entre as maiores de tráfego urbano do mundo, com mais de um milhão de viagens diárias. As pistas apresentavam um grave desgaste do pavimento, com ondulações e depressões, buracos e trincas de grande magnitude.

Os trabalhos foram iniciados em abril de 2006 e terminados neste mês de março, com a colocação de faixas de sinalização e, pela primeira vez, com suas faixas de balizamento demarcadas com tachas refletivas para a segurança noturna, ao longo de todas as pistas.

 Foram iniciadas obras de ampliação do acesso paulistano à Rodovia Anhangüera e de melhoramentos ao longo dos seus primeiros oito quilômetros.

O Complexo Anhangüera vai reformular integralmente o tráfego na região desde a ponte Atílio Fontana, na marginal do Tietê, até o quilômetro 19 da rodovia, em Osasco.

O investimento será de R$ 270 milhões para a implantação de três novas pontes sobre o rio Tietê, ladeando a ponte Atílio Fontana, para a construção de viadutos, faixas adicionais na rodovia, reforma e construção de passarelas, pistas marginais que vão permitir a separação entre o tráfego urbano e o interurbano. As obras, custeadas e realizadas pela Concessionária AutoBAn, que gerencia as rodovias Bandeirantes e Anhangüera, têm previsão de término em 2010.