Sabesp assina protocolo de intenções com município de Cotia para criação de polo de ecoturismo

População de Cotia e região ganha novo espaço de lazer, para prática de esportes e realização de projetos de educação ambiental

qui, 23/09/2010 - 12h22 | Do Portal do Governo

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e a prefeitura de Cotia firmaram na quarta-feira, 22, um protocolo de intenções para implementação de um Polo de Ecoturismo dentro da Reserva Florestal do Morro Grande, a 33 quilômetros de São Paulo. A assinatura do documento aconteceu na sede da Sabesp, no bairro de Pinheiros.

A iniciativa prevê entregar à população de Cotia e região um novo espaço de lazer, para prática de esportes e realização de projetos de educação ambiental para alunos de escolas públicas e moradores do entorno. O polo também deverá abrigar cursos de capacitação para a população, sobre artesanato, viveirismo e monitoria ambiental, entre outros temas. O objetivo é que a mão-de-obra local possa ser aproveitada nas atividades voltadas ao turismo.

A reserva poderá contar ainda com a instalação de uma creche, de uma Unidade Básica de Saúde e da sede da Guarda Civil Metropolitana. “O incremento da segurança local será um importante ganho proporcionado pelo polo. A reserva hoje sofre forte pressão em função da proximidade com áreas densamente povoadas, o que coloca em risco os seus recursos naturais”, diz o superintendente da Unidade de Produção de Água da Sabesp, Hélio Castro. “A iniciativa possibilitará ordenar a ocupação da área. A expectativa do município é que esta estratégia favoreça a valorização da região e a consequente atração de investidores do segmento do turismo para Cotia”, complementa.

A área de mata nativa é vital para a Grande São Paulo pois protege todo o Sistema de Produção de Água do Alto Cotia, responsável pelo abastecimento de cerca de 308 mil pessoas nos municípios de Cotia, Embú, Itapecerica da Serra, Embú-Guaçu e Vargem Grande Paulista. “Guardas municipais serão treinados para fazer policiamento ambiental. Assim, será possível aliar a preservação da reserva e a manutenção da qualidade do manancial com o desenvolvimento econômico”, afirma o superintendente.

Após a assinatura do protocolo, Sabesp e prefeitura finalizam o termo de cooperação entre as partes, que será assinado no início do próximo ano. O Polo de Ecoturismo deverá ser implementado em etapas. Com o termo formalizado, será criado um comitê gestor para definir os prazos de cada uma.

Da Sabesp