Prazo de validação de diplomas estrangeiros na Unesp vai até o dia 18

Os interessados devem entregar a documentação exigida na Reitoria, mediante agendamento

qui, 10/03/2011 - 12h00 | Do Portal do Governo

Até o dia 18 de março, estudantes que se graduaram em universidades estrangeiras podem solicitar a revalidação do diploma para a Unesp. No mesmo período, mestres e doutores também podem pedir o reconhecimento dos diplomas obtidos em instituições de ensino superior de outros países. Os interessados devem entregar a documentação exigida na Reitoria, mediante agendamento.

A revalidação e o reconhecimento são realizados apenas uma vez por ano. O processo é feito pelo Grupo de Registros Acadêmicos, ligado à Secretaria Geral. A seção tem por atribuições registrar os diplomas de alunos formados em cursos de graduação, oferecidos pela Unesp e por Faculdades de Tecnologia (FATECs), de alunos dos programas de pós-graduação “stricto sensu” da Universidade. Entre outras responsabilidades, esse grupo atende órgãos externos, profissionais e governamentais sobre a autenticidade dos registros efetuados em diplomas.

A Unesp tem o prazo de seis meses para responder às solicitações. Cada pedido deve ser analisado e atender a critérios estabelecidos por resoluções aprovadas pelo Conselho Universitário. Para a revalidação, a carga horária do curso deve ser de 70%, no mínimo, da fixada pelo Conselho Nacional de Educação para graduação semelhante. Caso não atenda a essa exigência, a solicitação é negada.

Os processos são avaliados ainda por uma comissão, formada por três professores de cursos correspondentes ao diploma e mais dois membros da Câmara Central de Graduação (CCG). Essa comissão pode solicitar provas para demonstrar a equivalência dos estudos realizados.

Para os pedidos de pós-graduação, a avaliação será feita por uma comissão formada por três docentes de programas correspondentes ao diploma a ser reconhecido, e mais dois membros da Câmara Central de Pós-Graduação (CCPG). Serão aceitos os documentos exigidos em língua inglesa, espanhola, italiana e francesa para a solicitação. Os demais idiomas devem apresentar traduções juramentadas. A tradução juramentada é feita por um tradutor público nomeado e registrado. Somente essa tradução tem reconhecimento oficial de instituições e validade legal.

A Unesp não reconhecerá diplomas de cursos de instituições estrangeiras realizados no Brasil ou em parceria com outras universidades brasileiras. Veja aqui os critérios para a revalidação de diplomas de graduação. E aqui, os critérios para o reconhecimento de diplomas de pós-graduação.

Da Unesp