Polícia apreende 26 mil maços de cigarros contrabandeados e prende 16 pessoas

Ações ocorreram na região de Mogi das Cruzes, Grande São Paulo e Capital

qua, 06/04/2016 - 12h28 | Do Portal do Governo

Foram apreendidos nesta segunda-feira (4) 26.176 maços de cigarros em ações na região de Mogi das Cruzes, Grande São Paulo e Capital das polícias de São Paulo que atuam no combate ao contrabando e sonegação fiscal. No total, 16 pessoas foram presas.

Entre 8 e 18 horas de ontem (4), equipes da Delegacia Seccional de Mogi das Cruzes deflagraram uma operação especial para reprimir o contrabando de cigarros, colocada em prática depois de 15 dias de investigações e levantamentos sobre os locais onde havia cigarros trazidos do Paraguai.

Os flagrantes ocorreram nos municípios de Mogi, Suzano, Poá, Ferraz de Vasconcelos e Itaquaquecetuba. No total, 15 pessoas foram presas ao serem encontradas vendendo 9.816 maços de cigarros contrabandeados. A maioria delas foi flagrada em estabelecimentos comerciais. 

Nas ações foram empregados 95 policiais das delegacias das cidades onde aconteceu a operação, além do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (GARRA), Setor de Investigações Gerais (SIG), Delegacia de Investigações sobre Entorpecente (DISE) e de Infrações de Crimes contra o Meio Ambiente (DIICMA). As equipes contaram com o apoio de 40 viaturas.

Capital
Na região central da cidade de São Paulo, após três dias investigações, equipes do 3º Distrito Policial (Campos Elísios) apreenderam 16.360 maços de cigarros em um galpão na Alameda Cleveland, em Santa Cecília. A ação foi nesta segunda-feira (4).

No local, um homem de 24 anos foi preso em flagrante. Além dos cigarros, também foram recolhidos R$ 9.217,80 em moedas.

“Foi  um trabalho de investigação realizado com êxito. As investigações no combate ao contrabando de mercadorias continuam”, ressaltou o delegado Luís Roberto Faria Hellmeister, titular do 3º DP.  

A equipe chegou ao local depois de receber denúncia anônima sobre um galpão onde funcionava a distribuição de cigarros vindos do Paraguai.

No local, ainda foram recolhidas 154 caixas, com 50 isqueiros cada, também sem documento fiscal, além de 312 refis de gás butano e uma máquina de contar moedas. O suspeito responderá por contrabando  e crime contra a ordem econômica.

As informações são Secretaria de Segurança Pública.

Do Portal do Governo do Estado