Metrô: Encontro de túneis entre estações Imigrantes e Alto do Ipiranga

Com a junção desses túneis, o Metrô completa a ligação subterrânea de 950 metros de extensão

sex, 12/05/2006 - 16h30 | Do Portal do Governo

Com a presença do secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, e do presidente do Metrô, Luiz Carlos David, no túnel em construção entre a estação Imigrantes e a futura estação Alto do Ipiranga, da linha 2-Verde do Metrô, ocorreu nesta sexta-feira, dia 12, o encontro das escavações, realizadas simultaneamente nos dois sentidos.

O “vazamento de túneis” (como é conhecido na área técnica) aconteceu no trecho compreendido entre a estação Imigrantes, junto à avenida Ricardo Jafet, e o poço de obras localizado na rua Salvador Simões. entre a Estação Imigrantes e a futura Estação Alto do Ipiranga, que será entregue à população no segundo semestre deste ano.

Estação Alto do Ipiranga

Localizada na esquina das ruas Dr. Gentil de Moura e Visconde Pirajá, a futura estação Alto do Ipiranga possui um poço de obra com 34 metros de profundidade e 32 metros de diâmetro, que constituirá o corpo principal da estação.

A partir desse poço de serviço, foram executadas as escavações que vão abrigar as plataformas de embarque da estação Alto do Ipiranga. As escavações estão sendo realizadas pelo método /New Austrian Tunneling Method /(NATM), ou túnel de mineiração.

O túnel escavado no sentido da futura estação Sacomã está com 42 metros e o túnel em direção à estação Imigrantes atingiu 62 metros de extensão. Atualmente, os túneis passam por tratamento de impermeabilização, com a colocação de uma manta de PVC.

Em paralelo à execução dos túneis, ocorrem as fundações para a construção das salas técnicas da estação, que abrigará, em dois pavimentos, equipamentos elétricos, porão de cabos e saída de  emergência.

Na etapa seguinte da obra, está previsto o revestimento secundário dos túneis, a estruturação das plataformas e escadas.

Em 3 de maio último, ocorreu o desemboque do túnel entre o poço de serviço da rua Salvador Simões e a estação Alto do Ipiranga. O túnel escavado entre a estação Alto do Ipiranga e esse poço está com 110 metros de extensão. No sentido contrário, do poço  para a estação Imigrantes, as escavações já atingiram 109 metros.

As obras para a construção do segundo poço de serviço, o “Gama Lobo” (situado na rua Gama Lobo) incluem a execução de uma viga de coroamento para sustentar a estrutura de 21 metros de profundidade por 11 metros de diâmetro. Através do “poço Gama Lobo” serão realizadas as escavações de mais 140 metros de túnel no sentido da futura  estação Sacomã. Essa extensão se faz necessária para viabilizar a operação da estação Alto do Ipiranga.

Projeto Arquitetônico

A estação Alto do Ipiranga será a mais profunda da atual expansão da linha 2-Verde. O total da área construída corresponde a 8.485 metros quadrados.

A nova estação terá dois acessos, dois guichês de bilheteria, sete bloqueios, sete escadas fixas, dez escadas rolantes e três elevadores. As plataformas laterais terão largura de 4,60 metros e comprimento de 136 metros.

A implantação do hall de bilheterias e bloqueio será no nível da rua, juntamente com as salas operacionais da estação.

Números das obras

Para a execução da estação Alto do Ipiranga foram retirados 56.000 metros cúbicos de terra, o que corresponde a 4.000 caminhões-basculantes. Até o momento, foram utilizados 2.549 metros cúbicos de concreto nos túneis.

Na estação Alto do Ipiranga e nos poços de serviço, 800 funcionários se revezam em três turnos para a execução das obras. Por dia, são escavados 2,40 metros em cada frente de túneis.