Memorial da América Latina tem programação sobre Holocausto

Exposição, debate e sarau estão entre as atrações; evento começa amanhã

dom, 22/05/2016 - 10h53 | Do Portal do Governo

O Memorial da América Latina terá uma programação sobre o Holocausto. As atividades são em comemoração ao mês de maio, mês em que Israel rememora o genocídio, e abordam exposição, lançamento de livro, sarau e debate.

O encontro é aberto ao público e terá a participação de convidados do meio artístico, cultural, intelectual e político. A programação tem início às 19h desta segunda-feira (23) na Biblioteca Latino-Americana.

Confira as atrações:

Mesa de Reflexão – Com: João Batista de Andrade (presidente do Memorial), Gershon Knispel (artista plástico), Fábio Magalhães (curador e crítico de arte), José Luiz Goldfarb (Professor da PUC-SP e gestor cultural), José Aníbal (presidente do Instituto Teotônio Vilela) e o rabino David Weitman (Instituição Beneficente Israelita Ten Yad e Editora Maayanot).

Sarau Solidário – Leitura pelos atores Pascoal da Conceição e Rey Lima:
– Poema “Cruzada das Crianças 1939”, de Bertolt Brecht;
– Trecho do livro “Estrela das Cinzas”, do israelense K-Tsetnik, o “escritor do Holocausto”;
– Poema “Quando os Canhões Trovejam as Musas não se Calam”, de Haroldo de Campos, dedicado à obra de Gershon Knispel.

Exposição (até 3 de junho) – 24 serigrafias de Gershon Knispel e Oscar Niemeyer, criadas conjuntamente, entre 2003 e 2008, denominadas “Por um mundo melhor”;
– Série de gravuras de Gershon Knispel dos anos 60 para o poema “Cruzada das Crianças 1939”, de Bertolt Brecht;
– Série de gravuras de Gershon Knispel dos anos 60 para o poema “Estrela das Cinzas”, do poeta israelense K-Tsetnik;
– Série de gravuras de Gershon Knispel a partir das quais o poeta Haroldo de Campos escreveu, nos anos 90, o poema “Quando os Canhões Trovejam as Musas não se Calam”.

Lançamento do livro “Knispel – A Retrospectiva: 60 anos de Criação de Gershon Knispel” – Coleção de textos de Fábio Magalhães, Natan Zach, Ron Bartosh, Gideon Ofrat, João Batista de Andrade, Gila Ballas e do rabino David Weitman, além de poemas de Haroldo de Campos. Publicado pela Editora Maayanot, a impressionante obra trilíngue de 496 páginas (português, hebraico e inglês) tem apoio da Fundação Memorial da América Latina e patrocínio do Banco Itaú, por meio da Lei de Renúncia Fiscal do Ministério da Cultura.

SERVIÇO
Programação sobre o Holocausto no Memorial da América Latina
Segunda-feira, 23 de maio, às 19h
Local: Biblioteca Latino-Americana no Memorial
Rua Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda (ao lado da estação do Metrô/CPTM) – São Paulo
Entrada gratuita

Do Portal do Governo do Estado