Ipem-SP fiscaliza medicamentos que dispensam receita para serem adquiridos

Ação faz parte das comemorações da Semana do Consumidor

qui, 17/03/2011 - 16h00 | Do Portal do Governo

Como parte das comemorações da Semana do Consumidor, o Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), autarquia vinculada á Secretaria da Justiça, realiza a “Operação Botica”, nestas quinta e sexta-feira (17 e 18), das 8h às 14h, para fiscalizar medicamentos que dispensam receita médica, e tem como objetivo verificar se a quantidade do produto é a mesma indicada na embalagem.

Nos laboratórios do Ipem-SP em Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São Carlos, São José dos Campos, São José do Rio Preto e São Paulo, serão examinados 164 lotes de itens como vitaminas, xaropes, emplastros, laxantes, colírios, dentre outros produto coletados em farmácias e drogarias.

Para o superintendente do Ipem, Fabiano Marques de Paula, esta ação especial é importante porque diz respeito a dois temas fundamentais para o cidadão: saúde e o bolso do consumidor. “Medicamentos devem ser comercializados respeitando rigorosamente as quantidades indicadas em suas embalagens. Se isto não ocorrer, poderá haver impacto direto, além do bolso do consumidor, que vai ser lesado, também em sua saúde, por falta de adequação das quantidades necessárias de algum medicamento. Isto é grave”.

Representantes das empresas fiscalizadas são previamente convidados a presenciar a análise. A imprensa também pode acompanhar o trabalho nos laboratórios da capital e do interior. Em caso de irregularidade, a empresa autuada tem dez dias para apresentar defesa ao Ipem-SP, que define multa que varia de R$ 100 a R$ 50 mil, dobrando na reincidência. Se o comerciante não apresentar nota fiscal do produto, ele assume total responsabilidade sobre possíveis erros.

Confira os itens que serão analisados nos laboratórios do Ipem-SP 

São Paulo: Medicamentos em geral e lençol hospitalar.
Rua Muriaé, 154 – Alto do Ipiranga – F. (11) 3581-2453 // 2449 //2454.
Responsável: Coracy Amaral

Bauru: Medicamentos de uso oftalmológico e otorrinolaringológico, tais como colírios, sprays, soluções, dentre outros.
Rua Itapura, 10 -25 – Jardim Marambá – F. (14) 3203.1044.
Responsável: Gustavo Pinheiro Sanchez

Campinas: Medicamentos de uso pediátrico, tais como vitaminas, xaropes, cremes antiassaduras, dentre outros.
Avenida das Amoreiras, 163 – Vila Rialto – F. (19) 3272.9720.
Responsável: Josias Barbosa

Presidente Prudente: Medicamentos para uso ginecológico, como cremes anti-inflamatórios.
Rua Coronel Albino, 550 – Jd. Aviação – F. (18) 3222.9275.
Responsável: Thirso Aparecido Marconi

Ribeirão Preto: Medicamento para uso em contusões, tais como bálsamos, emplastros, géis, dentre outros.
Avenida Maurilio Biagi, 2.940 – City Ribeirão – F. (16) 3916.3000.
Responsável: Luiz Eduardo Galdeano

São Carlos: Medicamentos de uso dermatológico, tais como cremes e pomadas para queimadura, alergia, micose, dentre outras.
Rua Raimundo Corrêa, 1.229 – Vila Marcelino – F (16) 3368.1406
Responsável: Ricardo Leite.

São José dos Campos: Medicamentos para trato gastrointestinal, tais como colagogos, antiácidos, laxantes, dentre outros.
Avenida Olivo Gomes, 100 -Santana – F. (12) 3921.5628
Responsável: Flávio Dutra

São José do Rio Preto: Medicamentos para assepsia, tais como iodo, soro fisiológico, antisséptico, dentre outros.
Rua Uber Folchine, 501 – Mini Distrito – Campo Verde – F. (17) 3218.3022
Responsável: César Pereira de Menezes

Em caso de dúvidas, reclamações ou denúncias, o consumidor pode recorrer ao serviço da Ouvidoria do Ipem pelo telefone 0800 0130522 de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou enviar e-mail para: ouvidor-ipem@ipem.sp.gov.br.

No site www.ipem.sp.gov.br, além de informações sobre toda a legislação metrológica e da qualidade vigentes no país, estatísticas de fiscalização, orientações ao cidadão e empresários, o interessado pode levantar detalhes das ações diárias do instituto.

Do Ipem-SP