Iniciativa do governo permite parcerias com mais de 100 municípios

Gustavo Aleixo | 19 de março de 2018 |

O governador Geraldo Alckmin e a primeira-dama, Lu Alckmin, assinaram nesta segunda-feira (19) uma parceria para o desenvolvimento de 139 Escolas de Moda em 112 municípios paulistas. Para tanto, serão destinados os kits de costura necessários para a realização do projeto.

Ao receber lideranças regionais no Palácio dos Bandeirantes, Alckmin reforçou a importância das ações conjuntas no Estado. “Hoje, a sede do governo de São Paulo está em festa. O território paulista é forte porque nossos municípios são robustos. Ficamos muito felizes quando promovemos essa boa parceria, que tem um conjunto de significados. Diversas cidades serão beneficiadas e isso faz muita diferença”, destaca o governador.

Na mesma oportunidade, Alckmin e a secretária chefe da Casa Militar, Coronel Helena dos Santos Reis, firmaram três convênios para as obras da Defesa Civil em áreas de risco nas cidades de Pongaí, Estrela D’Oeste e Valparaíso. “Firmamos também os convênios da Defesa Civil, que são urgentes e não podem esperar. Medidas como essas salvam vidas”, ressalta Geraldo Alckmin.

Os auxílios são possíveis graças aos recursos fruto da economia mensal gerada com a mudança da São Paulo Previdência (SPPrev) para o prédio próprio da Secretaria da Fazenda. Essa ação marca a boa administração do Estado com o selo “São Paulo Gestão Eficiente”.

Medidas

O governo do Estado, pela postura prudente e para atender os diversos setores da sociedade, firma diretrizes para contenção de despesas e economia de recursos em diversas áreas. Uma das medidas significativas foi a unificação do local físico da SPPrev à pasta de vinculação.

Agora, a autarquia está instalada no Palácio Clóvis Ribeiro, edifício sede da Secretaria Estadual da Fazenda. A mudança permitiu que os custos mensais de locação do antigo endereço da SPPrev pudessem ser destinados a outras áreas do Estado. A economia chega a R$ 1 milhão por mês.

Intitulado “São Paulo Gestão Eficiente”, o programa já tem reflexos importantes para a sociedade. Neste mês, R$ 579 mil foram destinados ao Fundo Social de Solidariedade para a compra de 139 kits de costura para criação de novas Escolas de Moda em centenas de cidades.

Os conjuntos são compostos de três máquinas de costura do tipo reta e uma overloque industrial, além de 200 metros de tecidos. Cada kit tem o valor de R$ 4.170. Serão beneficiados 112 municípios de diversas regiões do Estado que capacitarão e qualificarão homens e mulheres desempregados, permitindo que constituam sua própria renda.

Outra pasta beneficiada é a Defesa Civil. Três obras de prevenção em áreas de risco serão efetivadas em virtude do programa “São Paulo Gestão Eficiente”. O governador Geraldo Alckmin assinou convênios com as prefeituras para construção de uma ponte sobre o Córrego da Táboa, em Estrela D’Oeste, um muro de contenção na estrada municipal de Pongaí e uma travessia em aduelas na via de acesso a Valparaíso.

Serão alocados cerca de R$ 500 mil nessas obras em áreas rurais, beneficiando cerca de três mil famílias, que, além de preventivas, darão acesso aos serviços e transportes públicos e escolares, bem como no escoamento da produção agrícola e pecuária locais. As obras de prevenção da Defesa Civil têm papel fundamental para evitar e reduzir a ocorrência de desastres.

Oportunidade

A Escola de Moda teve início em 2011, com o objetivo de unir duas necessidades: a falta de oportunidade de emprego para mulheres carentes após os 40 anos e a demanda, por parte dos empresários e estilistas, de mão-de-obra qualificada de costureiras e bordadeiras.

Atualmente, as atividades ocorrem em sete unidades próprias do Fundo Social de Solidariedade, com cursos de Corte e Costura, Modelagem, Bordado em Linha, Bordado em Pedraria, Crochê e Cartonagem para homens e mulheres desempregados com mais de 16 anos.

Desde 2012, foram inauguradas mais de 600 Escolas de Moda distribuídas na capital e no interior do Estado. De 2011 até o momento, o projeto qualificou 34.021 pessoas.