Habitação: CDHU entrega 14 casas em Cosmorama

moradias representam investimento de R$ 224,4 mil

qui, 05/10/2006 - 11h25 | Do Portal do Governo

O gerente regional da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), em São José do Rio Preto, Olímpio Cardoso de Moraes, entrega na próxima terça-feira, 10 de outubro, mais 14 casas em Cosmorama. O evento acontecerá às 11 horas, no Conjunto Habitacional Pedro Pelozi, Rua Sebastião De Pierri, s/n°, no Distrito Vila Nova. O investimento da CDHU é de R$ 224,4 mil.

As 14 casas possuem dois dormitórios (podendo ser ampliados para quatro), sala, cozinha, banheiro e área de serviço, com 43,18 m² de área construída. Elas serão entregues a famílias que residem na Favela Vila Caneca, que será desativada, no próprio Distrito Vila Nova. As novas unidades estão inseridas no programa Pró-Lar Atuação em Favelas e Área de Risco que foi desenvolvido pela CDHU para atender a quem mora em áreas sem infra-estrutura ou a famílias que estão desabrigadas devido à ocorrência de calamidades públicas.

As moradias foram erguidas por intermédio do programa Pró-Lar Autoconstrução (Habiteto), realizado pela CDHU em parceria com as prefeituras, que doam o terreno, executam a infra-estrutura (como redes de água, esgoto, energia elétrica e pavimentação) e administram as obras, que têm a participação dos futuros moradores em regime de autoconstrução. A CDHU repassa os recursos para compra das cestas de material de construção e supervisiona todas as etapas dos trabalhos, além de fornecer o projeto e assistência técnica à prefeitura.

O Habiteto é destinado, prioritariamente, a famílias com ganhos mensais entre um e três salários mínimos, que residem ou trabalhem no município há pelo menos três anos, que não sejam proprietárias de imóvel e não disponham de financiamento habitacional. Os beneficiários têm um prazo de 300 meses para quitar o imóvel e as prestações são calculadas de acordo com a renda. Assim, famílias que ganham entre um e três salários mínimos pagam uma prestação equivalente a 15% da renda. Em Cosmorama, as 14 famílias que receberão as chaves da casa própria se enquadram nessa faixa de rendimentos. Quem ganha um salário mínimo por mês (R$ 350,00) arcará com prestações de R$ 52,50.

Outros investimentos – Desde 1995, Cosmorama foi contemplada com 163 casas. Na Região Administrativa de São José do Rio Preto, de 1995 até 2002, foram entregues 22.583 unidades. De 2003 até agora, foram viabilizadas 5.980 moradias, num investimento de R$ 88,5 milhões. Destas, 3.565 já foram entregues e 2.415 estão em execução.

Em todo o Estado, a CDHU possui outros programas em andamento, além do Atuação em Favelas e Áreas de Risco e Autoconstrução, que fazem parte do Pró-Lar. São eles: Núcleo Habitacional por Empreitada, Atuação em Cortiços, Mutirão Associativo, Microcrédito Habitacional, Moradias Indígenas, Rural, Quilombolas, Crédito Habitacional e Melhorias Habitacionais e Urbanas. Por meio deles, a CDHU entregou, de 1995 até o momento, 231.763 unidades habitacionais.

De 2003 até hoje, já foram viabilizadas 122.867 novas moradias, resultado de um investimento de R$ 3,2 bilhões. Destas, 66.155 unidades foram entregues entre janeiro de 2003 e setembro de 2006 e 56.712 estão em produção. Com isto, além de reduzir o déficit habitacional, a CDHU está garantindo a geração de mais de 60 mil empregos, entre diretos e indiretos.