Governo destina R$ 19,7 milhões para recuperação de estradas do Pontal

O repasse faz parte do conjunto de ações lançado pelo Governo do Estado para a região do Pontal do Paranapanema

sex, 15/06/2007 - 16h48 | Do Portal do Governo

Ao celebrar 10 anos de existência, o programa de recuperação de estradas rurais Melhor Caminho ganhou hoje investimento da ordem de R$ 19.733.502,74. O repasse faz parte do conjunto de ações lançado pelo Governo do Estado para a região do Pontal do Paranapanema. O anúncio foi feito pelo governador José Serra na tarde desta sexta-feira, 15, em Álvares Machado, cidade vizinha a Presidente Prudente, um dos 32 municípios do Pontal.

Os recursos têm como finalidade a recuperação de 308,56 quilômetros de estradas rurais. “O Programa Melhor Caminho é muito bom para a agricultura e para o progresso da região. Ele tira os buracos, resolve a drenagem, faz a compactação e bota a brita nas estradas”, explicou o governador José Serra logo após acionar simbolicamente um rolocompactador. A máquina é utilizada para modelar a terra e delinear o percurso das estradas rurais.

O anúncio do pacote de melhoria das vias foi feito na Estrada Bairro Cruzeiro do Sul, que terá 5,1 quilômetros recuperados. A estrada vai receber R$ 314.034,52. Com a recuperação da via de 5,10 quilômetros, com 13,27 metros de largura, cerca de 80 famílias de produtores de leite e pecuária de corte serão beneficiadas.

“Em São Paulo, estamos preocupados com os grandes problemas, como o Rodoanel e a duplicação das estradas. Mas também estamos preocupados com os pequenos problemas que afetam a vida dos nossos agricultores”, lembrou o governador. As obras na Estrada Bairro Cruzeiro do Sul começaram ontem, dia 14, e deverão ser concluídas em 90 dias. A empresa responsável pela execução dos trabalhos é a Codasp – Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo, ligada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento.

Melhor Caminho

O Programa Melhor Caminho, de recuperação de estradas rurais do Estado de São Paulo, completa em 2007 dez anos de atividade. De lá para cá, mais de 5.300 quilômetros de estradas de terra ganharam melhorias e manutenção, absorvendo um investimento de R$ 116,8 milhões. Ao todo, foram 1.150 obras, atendendo 585 cidades – o equivalente a 91% dos municípios do Estado.

A importância da conservação das estradas rurais ganhou fôlego após a divulgação de uma pesquisa desenvolvida em parceria entre o DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), da Secretaria de Saneamento e Energia, e o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas). De acordo com o estudo, 70% das erosões são originadas pela má conservação das estradas. O solo erodido traz como conseqüência o assoreamento de rios, córregos, lagos e nascentes.

Quem também celebra aniversário é a Codasp, que em 2007 completa 20 anos de trabalho. Substituta da Caic, foi criada com o objetivo de prestar apoio técnico à atividade agrícola no Estado. Seus profissionais atendem prefeituras, cooperativas, sindicatos e pequenos produtores, levando apoio técnico e informações.

Manoel Schlindwein