Governo de SP restaura casarão do século 17 no Parque Itaim Biacica

Obra tem como objetivo abrigar um centro de usos múltiplos voltado para atividades culturais, educacionais e de lazer

dom, 29/11/2020 - 9h45 | Do Portal do Governo

O Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) está restaurando a antiga sede da fazenda Biacica, um casarão com arquitetura luso-brasileira, onde, segundo registros históricos, a Ordem de Nossa Senhora do Carmo manteve uma capela construída no século 17.

Com investimento de R$ 2,9 milhões e duração de 12 meses, a obra tem como objetivo abrigar um centro de usos múltiplos voltado para atividades culturais, educacionais e de lazer para públicos de todas as idades. O espaço, portanto, será mais uma atividade e fonte de conhecimento para população frequentadora do parque.

O plano de restauro do casarão, que é tombado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp), segue as diretrizes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (CONDEPHAAT). As obras começaram em agosto.

Patrimônio histórico

Em sua porta principal, de três metros de altura em madeira de lei, é possível ver a data de 1682 gravada no alto, data mais provável da conclusão da construção da Capela, quando ocorreu a nomeação do padre Pedro Godoy como vigário do local pelo então bispo de São Paulo, Dom José de Barros Alarcão.

Porém, conforme estudos arqueológicos, é seguro afirmar que a Capela já existia em 1694, pois há documentação de que ali foi realizado um batizado nesta data. Da mesma forma, há registro de diversos sepultamentos pelo menos durante o século 19.

No século passado, quando pertencia à família Fontoura, o imóvel ganhou novos cômodos ao redor e uma varanda na frente, onde ficam dois painéis com desenhos em azulejos em estilo português, produzidos pelo Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo. Neles, estão representadas a chegada dos portugueses em São Paulo, em 1532, e a catequização dos índios pelos jesuítas, em 1554. A obra é datada do ano de 1952. O conjunto foi tombado pelo Patrimônio Histórico em 1994, medida que havia sido sugerida pelo escritor Mário de Andrade, em 1937, quando o visitou como diretor do IPHAN em São Paulo.

Sobre o Núcleo Itaim Biacica

O casarão faz parte do Núcleo de Lazer, Cultura e Esporte do Jardim Itaim Biacica, inaugurado em abril de 2018, localizado na Estrada da Biacica, 756 – Bairro Itaim Paulista, Distrito Jardim Helena. O local foi escolhido por estar próximo à Estação Itaim Paulista da Linha 12 – Safira da CPTM e ao Viaduto Carlito Maia, no município de São Paulo, permitindo boa acessibilidade.

O núcleo conta com 16 conjuntos de churrasqueiras, quatro quadras poliesportivas, academia ao ar livre e salas para atividades da terceira idade, playground, vestiários, trilhas, estacionamento, lanchonete, salão de festas para uso dos moradores vizinhos, além de instalações administrativas e de manutenção.

As obras foram realizadas pelo DAEE e o espaço é administrado pela Coordenadoria de Parques e Parcerias, ambos vinculados à Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente.