Governador inaugura e visita obras viárias em Itu e Cabreúva

Cláudio Lembo ainda esteve no Museu Republicano de Itu e na Igreja Nossa Senhora da Piedade, em Cabreúva

sáb, 07/10/2006 - 16h45 | Do Portal do Governo

As cidades de Itu e Cabreúva, localizadas respectivamente nas regiões de Sorocaba e Campinas, receberam neste sábado, dia 7, a visita do governador Cláudio Lembo, que entregou e visitou obras viárias. Lembo esteve acompanhado do secretário dos Transportes, Dario Rais Lopes

Sua visita na região começou em Itu, onde percorreu trechos das obras do anel viário da cidade, no entroncamento da SP-300 com a SP-75. A obra está sendo realizada dentro do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado, pela concessionária Rodovia das Colinas. Os 7,9 quilômetros de pista dupla que contarão com sete viadutos, vão dar mais fluidez ao tráfego para o usuário que deseja chegar aos municípios de Porto Feliz e Tietê.

Cláudio Lembo comentou que a obra é importante pois irá permitir que Itu cresça sem ter um trânsito urbano pesado de caminhões. “É uma obra excepcional e há previsão de que seja entregue ainda em dezembro deste ano e com certeza eu voltarei para festejar o Natal aqui na obra”, avisou o governador.

O prefeito da cidade, Herculano Castilho Passos Júnior  (PV), agradeceu e parabenizou o governador pela obra, que segundo ele, irá desafogar e melhorar o fluxo das cidades. “Estamos vendo que o progresso e o desenvolvimento está acontecendo na nossa região”, afirmou o prefeito. 

Cerca de 30% da obra já está executada e foram investidos em toda a obra aproximadamente R$ 50,6 milhões.

Dario Rais Lopes, secretário dos Transportes, ressaltou que a possível antecipação da entrega das obras, prevista inicialmente para março do próximo ano, deve-se a ajuda dos municípios envolvidos (Salto e Itu) no processo de liberação de áreas e o bom desempenho do Programa de Concessões Rodoviárias. “Esse é o maior exemplo que o Estado de São Paulo tem hoje, que é essa parceria entre o poder público e a iniciativa privada conseguindo resultados emblemáticos como este”.

Ainda no município, Lembo visitou o Museu Republicano “Convenção de Itu”, que é o nome com o qual ficaram conhecidos os participantes da convenção republicana de 1873.

Ao todo, o Museu Republicano possui cerca de 350 metros lineares de documentação, cuja cronologia abrange desde o século XVIII até o século XX. O acervo compreende documentos administrativo/científico, gerados pela própria instituição; coleções Washington Luiz, Paulino de Lima, José Álvares Lobo, Gabriel Prestes e Movimento Republicano Paulista; e os Fundos Prudente de Morais, Francisco Nardy Filho, Ermelindo Maffei e 3º. Batalhão de Caçadores Voluntários de 1932.  Entre os de natureza pública estão o Arquivo Central da Comarca de Itu (1754-1969), o Arquivo do Primeiro Ofício de Porto Feliz (1760-1965) e Registros de Estrangeiros de Itu.

O acervo do Museu Republicano é formado de objetos (de uso pessoal, de decoração de interiores, mobiliário, instrumentos de trabalho, armas, moedas e medalhas), documentos, esculturas, pinturas, gravuras, desenhos, plantas, mapas e fotografias, documentos textuais (manuscritos e impressos). Faz parte do acervo o mobiliário que reconstitui parte do ambiente original da residência dos Almeida Prado, inclusive a emblemática “Mesa da Convenção”, utilizada pelos membros da mesa de coordenação dos trabalhos da assembléia. A coleção de retratos a óleo, a “galeria dos convencionais”, presidentes e ministros da República Velha, contém obras pintadas por José Ferraz de Almeida Júnior, Oscar Pereira da Silva e Tarsila do Amaral.

Está subordinada administrativamente ao Museu Paulista (Museu do Ipiranga, que em 1934, tornou-se instituto complementar da  Universidade de São Paulo em 1963. O governador ainda visitou  a Casa do Barão, um Centro de Estudos Republicanos da USP, que abriga a coleção Edgar Carone com cerca de 27 mil livros.

Eni de Mesquita Samara, diretora do Museu Paulista, que estava acompanhando o governador,  destacou a importância da visita de Cláudio Lembo a esses importantes pontos históricos da cidade

“O museu e Casa do Barão estão passando por um processo de revitalização e até o governador nos deu idéias interessantes para essa reformulação e apontou alguns pontos que poderiam ser revistos dentro do museu”, disse a diretora. Ela ainda lembrou que agora com a nova biblioteca, o local está ganhando uma nova dimensão no cenário nacional.

Inauguração em Cabreúva

Lembo seguiu para Cabreúva, onde inaugurou a passarela na SP-300 que também foi construída dentro do Programa de Concessões Rodoviárias de São Paulo.  Na obra foram investidos R$ 611 mil e estava prevista para ser entregue em março de 2007, mas foi antecipada em 5 meses.

Encerrando a agenda deste sábado, o governador visitou a Igreja Nossa Senhora da Piedade, construída em 1830, um século após a criação do município de Cabreúva.  Em 1856, com recursos levantados pela comunidade, ergueu-se a atriz atual, em homenagem à padroeira do município, que é homenageada em 15 de setembro. Embora tenha passado por inúmeras reformas a arquitetura da Igreja ainda mantém largas paredes de pau-a-pique erguida por escravos. Possui valoroso acervo de arte sacra e devido a sua arquitetura colonial, já serviu de cenário para vários séries de televisão.

Carlos Prado