Fundação Procon-SP constata alta de 0,23% na cesta básica do paulistano

nd

ter, 08/08/2000 - 16h59 | Do Portal do Governo

De 07 para 08/08/2000, a Cesta Básica do paulistano apresentou variação de 0,23%, conforme pesquisa diária realizada pela Fundação Procon, vinculada à Secretaria da Justiça do Governo do Estado São Paulo. O preço médio que era R$ 137,38 passou para R$ 137,70 sendo que o grupo Alimentação variou 0,46%, Limpeza – 1,08% e Hig. Pessoal – 0,14%. A variação acumulada da Cesta no mês é de 1,59% (base 31/07/00), e nos últimos 30 dias é de 4,66% (base 07/07/00). No ano, a Cesta variou – 0,94%, Alimentação – 1,49%, Limpeza 0,89% e Higiene 1,60% (base 30/12/99), e nos últimos 12 meses variou 14,01%, Alimentação 15,42%, Limpeza 0,82% e Higiene 19,05% (base 06/08/99). A variação acumulada desde a implantação do Plano Real é de 29,42% (base 30/06/94). O custo mínimo da Cesta Básica é de R$ 99,86 e o máximo R$ 194,12 revelando diferença de 94%. Este é o maior valor desde 04/01/00, dia em que a Cesta custava R$ 138,59.

Dos 68 itens pesquisados 19 tiveram alta, 25 baixaram de preço e 24 permaneceram estáveis.

Os maiores aumentos registrados foram: Frango resfriado int: 3,85%; Salsicha avulsa: 2,79%; Absorvente Sempre Livre: 2,37%*.

As maiores quedas foram: Sabonete Palmolive (verde): 2,50%*; Sabonete Lux: 2,44%*; Carne de 1ª – patinho: 1,93%*.

*Estas variações referem-se a marca e/ou tipo especificado; já a variação total do produto considera a média dos preços mínimos praticados nos supermercados pesquisados, independente de marca ou tipo.
Os produtos que mais pressionaram a alta de hoje, considerando os respectivos pesos na composição geral da Cesta, foram nesta ordem: Frango resfriado int.: 3,85%; Açúcar refinado: 1,38%; Café papel laminado: 1,19%.

Entre os produtos cotados, os que apresentaram o maior número de remarcações para mais foram: Frango resfriado int.: 31%; Papel Higiênico fino br.: 26%; Batata: 26% e para menos, foram: Salsicha avulsa: 25%; Batata: 25%; Lingüiça fresca: 24%.

A coleta do PROCON/DIEESE que abrange 70 supermercados, nas cinco regiões na cidade, constatou que em: 4% não havia Frango resfriado int., em 1%, Ovos brancos, e em 1%, Lingüiça fresca.

Os melhores preços em itens de maiores pesos na Cesta Básica foram:

– Batata / Pão de Açúcar / R. Pedroso, 215. Liberdade
R$ 0,48 (169% menos que o mais caro ) R$ 1,29
– Carne de 2ª – músculo / Rossi / R. Águia de Haia, 2636. A E Carvalho
R$ 2,58 (109% menos que o mais caro) R$ 5,39
– Arroz – tipo 2 / D’ avó / Av. Valdemar Tietz, 538. Itaquera
R$ 2,49 (100% menos que o mais caro) R$ 4,99