Fazenda: Governo inaugura novas instalações da Secretaria em Ribeirão Preto

As modernas instalações abrigam todas as unidades regionais da Fazenda

seg, 27/03/2006 - 10h15 | Do Portal do Governo

Tacca inaugura novas instalações da Secretaria da Fazenda em Ribeirão Preto

          O secretário Luiz Tacca Júnior preside neste segunda-feira, dia 27, às 16 horas, a inauguração das novas instalações da sede regional da Secretaria da Fazenda em Ribeirão Preto. O novo prédio, com dois pavimentos e 6.050 metros quadrados de área construída, está situado na avenida Presidente Kennedy, 1.550, bairro Ribeirânia, na mesma região onde estão instalados o Fórum, a Justiça Federal e o Ministério Público.

            Nas modernas instalações, a Fazenda abrigará todas as unidades regionais: Delegacia Regional Tributária (DRT-6), Divisão Seccional de Despesa (DSD-7), Divisão Regional de Administração (DRA-5) e Centro Regional de Controle e Acompanhamento (CRCA-5).

            O novo prédio possibilitará mais comodidade ao público em geral (o atendimento diário está estimado em 300 pessoas) e aos 330 funcionários exercerão suas atividades, distribuídos em 49 salas. O local conta ainda com um auditório, um posto bancário da Nossa Caixa, que atende a cerca de 100 clientes por dia.

Contribuintes e arrecadação

            A região conta com 75.984 contribuintes, dos quais 19.824 no município de Ribeirão Preto, seguido de Franca, com 11.280, Sertãozinho 3.404 e Barretos, 3.082. Nessa região circula uma frota de 1.081.846 veículos, sendo 311.547 da cidade de Ribeirão, seguida de Franca, com 150.938, Barretos, 51.005.

             A arrecadação do ICMS na região em 2005 alcançou R$ 1,045 bilhão, que indica um crescimento de 17,7% em comparação com o ano anterior. Desse montante, R$ 573,3 milhões foram arrecadados em Ribeirão Preto (54,8% do total da região), R$ 118,6 milhões em Franca (11,3% da região) e R$ 48,5 milhões em Sertãozinho (4,6% da região).

            O setor de produção de combustíveis foi o que mais contribuiu com a arrecadação no ano passado, com R$ 210 milhões (20,1% do total arrecadado), seguido do comércio varejista, com R$ 166,6 milhões (15,9% do total).

Secretaria da Fazenda