Fábricas de Cultura começam 2021 com atividades para diversas idades

Progamação online da área Fábrica Aberta não exige inscrição do público interessado

qui, 07/01/2021 - 12h48 | Do Portal do Governo

Música, artes visuais, contação de história e brincadeiras. Em janeiro a agenda integrada das Fábricas de Cultura Brasilândia, Capão Redondo, Diadema, Jaçanã, Jardim São Luís e Vila Nova Cachoeirinha – programa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerenciado pela Poiesis – traz atividades culturais online para diversas idades sem a necessidade de inscrição para participar. Toda a programação é gratuita.

No dia 16 de janeiro, no canal de YouTube (https://www.youtube.com/channel/UCSRGwG1IwHMZAi9XV-rxa2w) das Fábricas de Cultura, será apresentado duas atividades ligadas à música. Entre 18h e 18h30, o lançamento da mixtape Get on up, idealizada pelo dançarino e produtor Elton Ramos (Diferencial Style), com mixagem e materização do Mano Réu (Timbres Produções). O trabalho tem como característica o princípio básico da cultura Hip Hop, a bateria e o sampler para mostrar como esses pilares transformaram nossa música no que ela é hoje.

O mini documentário “A arte física do vinil”, da produtora MTRC, será exibido às 19h. A breve produção audiovisual homenageia os discos de vinil, com a fala de colecionadores retratando as suas paixões por essa cultura, e destaca a experiência sonora, as capas icônicas e outros elementos que transformaram o disco em artefato histórico e afetivo.

Já o Projeto Resistência Artística, no dia 21 de janeiro, a partir das 19h, oferece um workshop sobre produção musical e comunicação que pode colaborar em ideias de produção, divulgação e distribuição de um trabalho, ou até mesmo conhecer possibilidades para administrar carreiras. Redes Sociais: Táticas de atuação por meio de Marketing estratégico; Produção Musical: Produção por meio de parcerias; Produza sua própria carreira: Entenda as ferramentas necessárias para que você possa se produzir serão as temáticas trabalhadas. Formação também será veiculada pelo YouTube.

Os orientadores serão: Kapitão.SP, no mercado publicitário há 10 anos, com passagens pelas agências P.A Publicidade, Havas, BETC e atualmente na VML, ele atendeu clientes de grande relevância do varejo e atualmente cuida de algumas contas do segmento de entretenimento. Head de Marketing na Margem Entretenimento;
DJ Preto EL tem participado dos principais festivais de música do mundo. Entre eles estão o Atlantic Music Expo em Praia, Cabo Verde e; WOMEX, Europa. É membro do coletivo Global Club Music Network; Black Rick que vive na cultura Hip Hop desde 1994, já esteve envolvido em projetos como Elite Negra, DJ Preto EL, entre outros. Paralelo à música, atuou no mercado de importação e exportação. Representa a Margem Entretenimento na área comercial.

O artista visual Griô.SP, da Brasilândia, zona norte de São Paulo, apresentará suas criações e desenhos  que retratam a realidade do seu bairro, influenciadas por referências nas artes, na música e na fé.  A exibição online será pelo IGTV das Fábricas (https://www.instagram.com/fabricasdeculturasn) no dia 22 de janeiro com início às 19h.

“Favela Funk Finlândia”, nome do documentário feito pela produtora Smart, será exibido no dia 24 de janeiro, às 17h, pelo YouTube. Os rappers finlandeses Gracias, Paleface, Joonas Saartamoand a.k.a Jonde e o produtor de beats, Flam, viajaram para o Rio de Janeiro em 2015 para fazer workshops de hip hop com jovens das comunidades e conhecer a vida urbana local. O intercâmbio considerava ainda a gravação de uma faixa com o lendário produtor, ativista da cultura de rua e organizador do encontro, Marcelo Yuka, e com o rapper brasileiro PC. O registro busca expressar que mesmo lugares tão distantes um do outro, podem ser aproximados e unidos pela música.

De forma divertida e pedagógica, em Jogos e Brincadeiras musicais – desafios sonzando será exercitada a possibilidade da percussão corporal com orientação da dupla Sonzando. A vivência online via página de Facebook (https://www.facebook.com/fabricasdecultura/), no dia 27, às 15h, busca aplicar uma brincadeira musical de forma simples com ritmos e melodias do próprio corpo.

Entre os dias 27 e 31 de janeiro, às 11h, o público poderá conferir pelo IGTV do instagram do programa a atividade Pensamentos do Tuingo. A série de cinco 5 vídeos mostra Nico Serrano, o palhaço Tuingo, investindo na criatividade audiovisual para criar pensamentos cotidianos e engraçados, fazendo a diversão de quem estará assistindo.

A música negra pode ser um mar de sensações. Para analisar esse contexto, o podcast com o coletivo Ouvidos Negros, produzido diretamente da zona sul de São Paulo, levará o público a sensações e possíveis descobertas da experiência de sentidos e memórias que a música afrodiaspórica nos traz.  Jazz, blues, samba ao hip hop, funk e soul estarão presentes na atividade do dia 29 de janeiro, das 18h às 19h, via SoundCloud (https://soundcloud.com/fabricasdecultura).

Fechando o mês, no dia 30 de janeiro, às 15h, a contação de histórias Lèlego na cidade das Cores, da Cia RABISKO, mergulha no mundo dos sonhos. Uma menina acorda sem a sua inseparável meia azul e consegue, com a ajuda do travesseiro mágico, lembrar que a perdeu na cidade das cores, a cidade que só existe no seu sonho. Agora, ela terá que sonhar novamente para pegar a meia de volta, além de enfrentar o Sr. Pesadelo.  Amor, carinho, troca e respeito são sentimentos que destacam a narrativa. A apresentação estará disponível na página de Facebook.

Para mais informações, acesse o site http://www.fabricasdecultura.org.br/index.php?t=i ou o hotsite http://poiesis.org.br/maiscultura/.

SERVIÇO

 LANÇAMENTO DA MIXTAPE: GET ON UP
Música/ Hip-Hop
16/1 – sábado – 18h às 18h30
Faixa Etária: Livre
Plataforma: https://www.youtube.com/channel/UCSRGwG1IwHMZAi9XV-rxa2w

MINI DOC: A ARTE FÍSICA DO VINIL
Cinema
16/1 – sábado – 19h às 19h30
Faixa Etária: Livre
Plataforma: https://www.youtube.com/channel/UCSRGwG1IwHMZAi9XV-rxa2w

PROJETO RESISTÊNCIA ARTÍSTICA
Música
21/1 – quinta-feira – 19h às 19h30
Faixa Etária: A partir de 12 anos
Faixa Etária: Livre

Público-alvo: Pessoas que trabalham diretamente com a música, que já estão no mercado ou desejam entrar no mesmo.

Plataforma: https://www.youtube.com/channel/UCSRGwG1IwHMZAi9XV-rxa2w

GRIÔ.SP
Artes Visuais/ Cultura Urbana
22/1 – sexta-feira – 19h às 19h30
Faixa Etária: Livre
Plataforma: IGTV – https://www.instagram.com/fabricasdeculturasn

FUNK FINLÂNDIA
Cinema/ Literatura
24/1 – domingo – 17h
Faixa Etária: Livre
Plataforma: https://www.youtube.com/channel/UCSRGwG1IwHMZAi9XV-rxa2w

JOGOS E BRINCADEIRAS MUSICAIS – DESAFIOS SONZANDO
Música
27/1 – quarta-feira – 15h
Faixa Etária: Livre
Plataforma: https://www.facebook.com/fabricasdecultura/

PENSAMENTOS DO TUINGO
Circo
27, 28, 29, 30 e 31/1 – quarta, quinta, sexta-feira, sábado e domingo – 11h
Faixa Etária: Livre
Plataforma: IGTV – https://www.instagram.com/fabricasdeculturasn

PODCAST COM COLETIVO OUVIDOS NEGROS
Música/ Cultura Afro, Mídias Interativas, Multimeios
29/1 – sexta-feira – 18h às 19h
Faixa Etária: Livre
Plataforma: https://soundcloud.com/fabricasdecultura

CIA RABISKO APRESENTA: LÈLEGO NA CIDADE DAS CORES
Teatro
30/1 – sábado – 15h
Faixa Etária: Livre
Plataforma: https://www.facebook.com/fabricasdecultura/

——–

Fábrica de Cultura Brasilândia
Avenida General Penha Brasil, 2508  | Telefone: (11) 3859-2300

Fábrica de Cultura Diadema
Rua Vereador Gustavo Sonnewend Netto, 135 – Centro – Diadema/SP | Telefone: (11) 4061-3180

Fábrica de Cultura Jaçanã
Entrada 1: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138 | Entrada 2: Rua Albuquerque de Almeida, 360 | Telefone: (11) 2249-8010

Fábrica de Cultura Jardim São Luís
Rua Antônio Ramos Rosa, 651 | Telefone: (11) 5510-5530

Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha
Rua Franklin do Amaral, 1575 | Telefone: (11) 2233-9270
Acessibilidade: as Fábricas de Cultura Vila Nova Cachoeirinha, Brasilândia, Jaçanã, Capão Redondo, Jardim São Luís e Diadema oferecem rampa de acesso para pessoas com mobilidade reduzida, elevador, sanitários acessíveis, piso táctil, equipamentos que permitem a leitura para pessoas com deficiência visual e motora, impressoras braile, leitor de audiobooks e acervo com mais de 110 exemplares em braille (livros e áudio-books).
E-mail: contato@fabricasdecultura.org.br

Funcionamento das unidades da zona sul e norte de São Paulo: de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, apenas para turmas de aprendizes matriculados em parte dos ateliês e trilhas formativas que retornaram de forma presencial. Bibliotecas também funcionam em períodos reduzidos, de terça a sexta-feira, das ficam abertas das 10h às 16h, especificamente para devolução e renovação do empréstimo de livros, além do laboratório de pesquisa com computadores organizados na distância de 1,5m e disponíveis no período máximo de 45 minutos para cada pessoa interessada.

A unidade de Diadema continua fechada, seguindo com toda a programação de forma online.

Devido à pandemia da Covid-19, a programação cultural vem ocorrendo de forma on-line. Todas as atividades são gratuitas. Saiba mais em http://poiesis.org.br/maiscultura/ e www.fabricasdecultura.org.br

SOBRE AS FÁBRICAS DE CULTURA

As Fábricas de Cultura são espaços de acesso gratuito que disponibilizam diversas atividades artísticas. Criadas com o objetivo de ampliar o conhecimento cultural por meio da interação com a comunidade, as Fábricas oferecem uma programação cultural diversificada. Nas unidades você encontrará cursos, atividades, bibliotecas e estúdios de gravação. Em 2020 e 2021, o Programa Fábricas de Cultura – instituições da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, gerenciadas pela Poiesis – conta com o patrocínio do Instituto Center Norte por meio da Lei Rouanet. O apoio contribui para a realização de atividades de formação e difusão cultural.

SOBRE A POIESIS

A Poiesis – Organização Social de Cultura é uma organização social que desenvolve e gere programas e projetos, além de pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais, voltados para a formação complementar de estudantes e do público em geral. A instituição trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.