Exames do coração à distância triplicam no Estado

Serviço envia sinal de celular e encaminha resultados às unidades em até uma hora

seg, 21/03/2011 - 18h00 | Do Portal do Governo

Em um ano a rede de serviço de tele-eletrocardiograma da Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo ampliou sua capacidade de operação em quase 50%. O número de hospitais, ambulatórios e postos de saúde integrados à Central de Laudos do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, na capital, chegou a 75 neste início do ano.

A ampliação da rede permitiu quase triplicar o volume de exames realizados pela população paulista, chegando a marca de 170.000 no ano passado. Em 2009, o serviço havia realizado 60 mil.

Idealizado pelo setor de Bioengenharia do Dante, o serviço de Tele-eletrocardiograma utiliza sinal de celular para encaminhar o exame à Central de Laudos e enviar o laudo à unidade solicitante em um período médio de uma hora. Antes dessa tecnologia, demorava-se até duas semanas para que o resultado ficasse pronto.

O serviço elimina distâncias e permite um diagnóstico mais rápido e preciso, com laudos emitidos por especialistas. “Com a expansão do serviço, percebeu-se que houve uma redução significativa dos pacientes externos que vinham realizar o exame de eletrocardiograma diretamente no ambulatório do Dante”, disse o engenheiro biomédico do Instituto, Cantídio Moura Campos Neto.

O serviço de tele-eletrocardiograma funciona conta com uma equipe especializada de 12 cardiologistas e mantém em pleno funcionamento 24 horas por dia, no ano inteiro. Veja a lista dos hospitais aqui.

Da Secretaria da Saúde