Educação SP acompanha avaliações diagnósticas com alunos da rede em Votuporanga

Provas fazem parte de um conjunto de ferramentas para monitorar a aprendizagem dos estudantes das escolas estaduais

sex, 11/12/2020 - 11h33 | Do Portal do Governo

O Secretário da Educação Estadual Rossieli Soares acompanhou, na quinta-feira (10), a realização das avaliações diagnósticas nas escolas estaduais em Votuporanga. As provas, que acontecem até o dia 18 de dezembro deste ano, fazem parte de um conjunto de ferramentas para monitorar a aprendizagem dos 3,5 milhões de alunos da rede estadual.

A aplicação será preferencialmente na escola, mas poderá ocorrer também de forma on-line. A escola poderá utilizar a avaliação como um dos requisitos para composição de nota para este ano, já que não haverá aplicação do Saresp devido à pandemia da Covid-19 e à suspensão das aulas presenciais. A medida ocorre porque o Saresp é uma avaliação de sistema e reflete os resultados globais da rede de ensino.

“Mesmo durante a pandemia, conseguimos encontrar alternativas como aulas especiais, questionários e ‘provões’, por exemplo, mas avaliar como eles terminam um ano tão desafiador é fundamental para as novas estratégias e para que ninguém deixe de aprender”, contou a diretora Silvamara Alves Crespo Akita, da EE Cícero Barbosa Lima Júnior, que atende alunos do ensino fundamental e médio.

‘Participação é resultado de busca ativa’

A vice-diretora da EE Sarah Barbosa Arnoldi, Camila Pérola, também destacou a importância do diagnóstico para a continuidade do desenvolvimento dos alunos. “Quase 100% dos nossos alunos já realizaram as avaliações. Essa participação é resultado da nossa busca ativa e do envolvimento com a comunidade”, disse. A Escola Sarah Barbosa Arnoldi teve nota de 7,2 no Ideb 2019, a maior pontuação entre todas as escolas públicas do estado de São Paulo.

Além das visitas, Rossieli ainda se reuniu com outros diretores e o dirigente regional de ensino José Aparecido Duran Netto. “Chegamos ao final de um ano delicado, que teve suas peculiaridades, mas nosso trabalho é contínuo e avaliar os alunos é fundamental para que possamos entender o que eles precisam para continuar avançando”, disse o secretário.

Neste ano, as 29 escolas que abrangem a Diretoria de Ensino de Votuporanga contaram com o montante de R$ 5.715.172,01, transferido por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola Paulista (PDDE-Paulista). A verba pode ser usada para obras de melhorias de infraestrutura e compra de equipamentos de maneira mais ágil e menos burocrática.

Plataforma dará devolutiva dos resultados

Os resultados de todas as atividades de avaliação que serão aplicadas ficarão disponíveis em uma plataforma digital, em que equipe gestora, professores e alunos terão acesso.

A devolutiva dos resultados será qualitativa e vai mostrar, por exemplo, o progresso dos estudantes em cada uma das atividades, considerando as habilidades avaliadas. Deste modo, ações pedagógicas podem ser mais focadas na recuperação e aprofundamento.

Os estudantes dos 2º anos, 3º anos e 6º anos do ensino fundamental também farão avaliações que vão mensurar a fluência na leitura para que os professores acompanhem sua evolução.