DAEE conclui limpeza em canais do Parque Ecológico do Tietê

Canais de circunvalação têm a função de drenar as águas pluviais da região, evitando que as mesmas invadam a área do parque

ter, 19/02/2008 - 17h44 | Do Portal do Governo

O Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), autarquia vinculada à Secretaria Estadual de Saneamento e Energia, concluiu dia 15 de fevereiro as obras de limpeza e desassoreamento dos canais de circunvalação do Parque Ecológico do Tietê. na altura do campus da USP Zona Leste e no bairro de Cangaíba.

O trabalho foi realizado no trecho da rua Arlindo Bétio até o acesso à Via Parque (650 metros); e da rua Quatiara até a foz do canal com o rio Tietê. No total, foram removidos mais de 35 mil metros cúbicos de sedimentos, o equivalente à carga de 3.500 caminhões basculantes.

Localizado ao longo da divisa do Parque Ecológico do Tietê, os canais de circunvalação têm a função de drenar as águas pluviais de toda a região e lançá-las abaixo da Barragem da Penha, evitando que as mesmas invadam a área do parque.

“O Governo do Estado investiu R$ 1,6 milhões no trabalho, que foi iniciado na segunda quinzena de dezembro”, explica Ubirajara Tannuri Felix, Superintendente do DAEE.”O trabalho é fundamental para minimizar o risco de inundações nos bairros vizinhos ao Parque Ecológico, contribuindo para a qualidade de vida daquela população”.

“É importante que os moradores dos bairros vizinhos colaborem com o DAEE no combate às enchentes evitando jogar lixo e outros materiais nos canais de circunvalação, dificultando sua vazão. Além dos prejuízos materiais, uma inundação pode disseminar doenças contagiosas muito graves”, ressalta Ronaldo Paiva, Diretor de Engenharia e Obras do DAEE.

Do DAEE

(L.F.)