Covas será enterrado em Santos, sua cidade natal

Velório acontece no Palácio dos Bandeirantes e sepultamento será no Cemitério do Paquetá

qua, 07/03/2001 - 0h22 | Do Portal do Governo

Velório acontece no Palácio dos Bandeirantes e sepultamento será no Cemitério do Paquetá

O cortejo que transportou o corpo do governador Mário Covas deixou, na manhã desta terça-feira, dia 6, o Instituto do Coração do Hospital das Clínicas de São Paulo (Incor) e seguiu em direção ao Palácio dos Bandeirantes, onde Covas está sendo velado.

Nesta quarta-feira, dia 7, a Guarda de Honra abre o cortejo que transportará o corpo do governador, em carro do Corpo de Bombeiros, para a cidade de Santos. Covas será enterrado no Cemitério do Paquetá, na região central da cidade onde nasceu.

O cortejo fúnebre deixará o Palácio dos Bandeirantes por volta das 9 horas. A Guarda de Honra será feita por uma escolta de 24 cavalos no trajeto entre a sede do Governo paulista e o Obelisco dos Heróis de 32, no bairro do Ibirapuera. Do Obelisco até a entrada da cidade de Santos os cavalos darão lugar a uma Escolta Motorizada (motocicletas). Chegando à cidade, na Avenida São Francisco – próximo aos túneis e à Praça dos Andradas, a Escolta a Cavalo reassume a Guarda de Honra.

O cortejo termina na Praça José Bonifácio, onde acontecem as Honras Militares que serão prestadas pelo pelotão de Honras Fúnebres. O pelotão composto por 36 cadetes da Academia da Polícia Militar vai disparar uma salva de 21 tiros. Em seguida, o governador será sepultado no Cemitério do Paquetá, onde estão sepultados seu pai e sua filha Sílvia.

O governador Mário Covas, 70 anos, faleceu às 5h30 desta terça-feira (06/03) no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas (Incor-HC/FMUSP). Mário Covas estava internado no Incor desde 25 de fevereiro último para tratamento de quadro infeccioso grave, associado a distúrbios metabólicos, hemodinâmicos e de coagulação, decorrentes da evolução de um câncer de bexiga diagnosticado e tratado em dezembro de 1998, com recidivas em novembro de 2000 e janeiro de 2001.