Covas participa da inauguração do novo Centro de Distribuição da IBM

a2equipe | 9 de setembro de 2000 |

Na manhã deste sábado, dia 9, o governador Mário Covas participou da inauguração do novo Centro de Logística e Distribuição da IBM, em Hortolândia. Com 17 mil metros quadrados, o núcleo vai armazenar todos os produtos fabricados no País, além dos importados, para fazer a distribuição aos cerca de 3 mil clientes da IBM em todo o território nacional. O Centro teve investimento de R$ 800 mil somente em equipamento e vai empregar 70 pessoas.
De acordo com Renê de Castro, um dos executivos do Centro de Tecnologia da IBM, também localizado em Hortolândia numa área de 400 mil metros quadrados, o novo Centro de Logística foi instalado no município em função da infra-estrutura e mão-de-obra qualificada existentes na região.
Ele também lembrou que na região há grandes centros de pesquisas e uma localização estratégica: tanto próximo ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas, quanto ao Porto de Santos, além das estradas que formam o corredor de acesso ao Mercosul. Castro associou Hortolândia ao Vale do Silício, na Califórnia, EUA, já que o município vem atraindo empresas de alta tecnologia por meio de um crescimento ordenado e sem agressão ao meio ambiente. O antigo centro de logística da IBM, disse ele, fica no Rio de Janeiro.
“É comovente ser governador de um Estado com uma região que pode ser comparada ao Vale do Silício”, disse Covas endossando a análise do executivo da IBM. O secretário de Ciência e Tecnologia, José Aníbal, destacou que muitas empresas estão migrando ou se instalando no Interior de São Paulo porque o Governo adotou uma postura agressiva de pôr o Estado numa posição de vanguarda com os investimentos em infra-estrutura, além da qualificada mão-de-obra paulista.
Instalada no Brasil há 83 anos, a IBM mantém uma unidade em Hortolândia desde 1972. A empresa também tem núcleo em Campinas e Ribeirão Preto. Mais de 60% dos seus clientes se concentram no Estado de São Paulo, 15% no Rio de Janeiro e cerca de 11% do mercado em Brasília.
Desde 1995, o Governo Covas já atraiu mais de US$ 100 bilhões em investimentos privados para o Estado. O valor representa uma média anual de mais de US$ 20 bilhões. Todos esses recursos vieram para São Paulo sem que o Governo concedesse qualquer benefício fiscal para as empresas. O grande diferencial do Estado é a infra-estrutura de estradas, aeroportos e sistema de energia, além de profissionais altamente qualificados, universidades e centros de pesquisa garantem uma sólida base científica e tecnológica, sem falar no fato de ser um atraente mercado consumidor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *