Covas entrega 102 viaturas para a Baixada Santista

a2equipe | 5 de setembro de 2000 |


Só este ano, municípios da região já receberam 226 veículos para as polícias Civil e Militar

A Baixada Santista ganhou um reforço significativo para a Segurança Pública nesta terça-feira, dia 5. Os nove municípios da região receberam 102 novas viaturas: 70 para Polícia Militar e 32 para a Polícia Civil. Os municípios beneficiados são Santos, Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande e São Vicente. “Os índices de criminalidade de Santos foram bastante reduzidos graças ao trabalho que a Polícia vem desenvolvendo”, disse Covas, ao realizar as entregas na cidade de Santos, onde foi recebido com festa por centenas de pessoas em frente ao quartel da PM na avenida Joaquim Montenegro.
Covas observou que a qualidade do trabalho da Polícia tem melhorado. “Quando eu assumi, eram presas duas mil pessoas por mês, hoje são dez mil”, salientou, informando que em 1995 havia 55 mil detentos no Estado e atualmente são 90 mil. O governador também destacou que a Polícia está tendo uma presença mais ostensiva nas ruas e que as novas cores das viaturas, mais fortes, são para aumentar a sua visibilidade.
Segundo o secretário de Segurança Pública, Marco Vinicio Petrelluzzi, os índices de crimes na Baixada têm tido quedas freqüentes a cada trimestre em todas as modalidades: homicídio, roubo e furto e roubo de carros. “Em nenhuma outra região do Estado essa queda tem sido tão acentuada”, destacou.
Somando-se ao lote de 94 carros e 30 motos entregues aos municípios da região em janeiro, durante as comemorações do 5º Centenário do Descobrimento do Brasil, o Governo do Estado contabiliza a entrega de 226 veículos para as duas polícias da Baixada Santista, só este ano. As viaturas fazem parte de um lote de três mil que estão sendo entregues pelo governador em todo o Estado e que custaram R$ 90 milhões. As unidades somam-se às outras oito mil já entregues na administração Covas, totalizando 11 mil.
A ação é parte da política do Governo paulista de investir no reequipamento e modernização da Segurança Pública. Cerca de R$ 343 milhões já foram aplicados no setor, desde 1995. Além das viaturas, a administração Mário Covas comprou mais de 22 mil coletes à prova de bala (em 1995, existiam cerca de 900 em toda a Polícia). O governador informou que até o final do ano, cada policial deverá ter seu próprio colete à prova de balas. “O policial vai levar o colete para casa como parte do uniforme”.
Também foram adquiridos mais de 33 mil revólveres calibre 38; mais de 16 mil pistolas calibre 45; 17,5 mil pares de algemas; dez mil cassetetes; 18 mil tonfas (espécie de cassetete em “L”); dois mil escudos; dois mil capacetes; mais de 4,2 mil espingardas calibre 12; cem detectores de metais e 7,5 mil espargidores de gás, além de cartuchos de munição para os armamentos. O Governo paulista também investiu em equipamentos de informática, telecomunicações e de laboratório para as polícias Civil e Militar e para a Superintendência de Polícia Técnico-Científica.
O Governo do Estado entregou também nesta terça-feira, em Miracatu, no Vale do Ribeira, 25 viaturas para a Polícia Militar e 39 para a Polícia Civil, beneficiando os municípios de Registro, Barra do Turvo, Cajati, Cananéia, Eldorado, Iguape, Ilha Comprida, Itariri, Jacupiranga, Juquiá, Miracatu, Pariqueraçu, Pedro de Toledo e Sete Barras.
Ainda em Santos, foi feita a entrega de uma ambulância padrão para o Hospital Guilherme Álvaro, que já tinha recebido este ano uma ambulância UTI. Desde o início do primeiro mandato de Covas, o Governo do Estado já entregou quase 900 ambulâncias (sendo 60 do tipo UTI) para os municípios paulistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *