CDHU apresenta casa modelo e entrega títulos de propriedade para 36 famílias em Potirendaba

Trinta e seis famílias da Vila Divinéia receberão as escrituras das casas

sex, 16/04/2010 - 10h00 | Do Portal do Governo

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) apresenta nesta sexta-feira, 16, casa modelo em Potirendaba. Na ocasião, 36 famílias da Vila Divinéia receberão os títulos de propriedade de suas casas, que foram regularizadas com auxílio do Programa Cidade Legal, desenvolvido pela Secretaria da Habitação. 

A construção da casa-modelo é um procedimento adotado pela companhia como forma de garantir a qualidade das obras e padronizar as moradias. O imóvel serve para que a população possa visualizar o produto final. Do ponto de vista técnico, eventuais correções ou aperfeiçoamentos imperceptíveis no projeto podem ser notados na casa-modelo e adequados às próximas edificações.

Os imóveis referenciais são entregues com diversos itens acrescentados pela CDHU para proporcionar mais conforto e qualidade de vida ao morador e garantir a sustentabilidade do empreendimento. Em Potirendaba, as casas terão aquecedor solar para água do chuveiro, piso cerâmico em todos os cômodos, pé-direito ampliado de 2,4 para 2,6 metros, azulejos na cozinha e banheiro, laje e esquadrias de alumínio. A parte externa receberá tratamento paisagístico, muro divisório entre as unidades, abrigo para o botijão de gás e cobertura do tanque.

As mudanças adotadas com o novo padrão de imóveis da CDHU são resultado do aperfeiçoamento das técnicas de construção desenvolvidas pela atual gestão da companhia.  Uma pesquisa realizada pelo IBOPE em 2007 sobre as expectativas da população de baixa renda em relação à moradia apontou o terceiro dormitório como um dos principais itens desejados. Além de aumentar a área construída, a iniciativa traz uma série de benefícios para a qualidade de vida como, por exemplo, a diminuição do índice de morbidade (capacidade de produzir doenças) gerada pela aglomeração de pessoas, e a redução da defasagem escolar, uma vez que as crianças terão mais espaço e conforto para estudar. Em Potirendaba as casas terão três dormitórios. O conjunto  habitacional  terá 230 moradias, e a CDHU está investindo R$ 11,2 milhões na obra, que deverá ser concluída em 2011.

Títulos de propriedade

As 36 famílias que receberão os títulos de propriedade são moradoras da Vila Divinéia, bairro formado por pessoas de baixa renda, com predomínio de trabalhadores rurais. Elas ocuparam os lotes há mais de 25 anos com o aval da administração municipal da época. Desde então, a regularização das casas era uma reivindicação constante da comunidade.

A regularização fundiária é uma das prioridades da atual gestão do governo estadual.  Em 2007, foi instituído o Programa de Regularização de Núcleos Habitacionais “Cidade Legal” para agilizar e desburocratizar o processo de regularização e averbação de unidades habitacionais. O programa oferece apoio técnico às prefeituras para a regularização de parcelamentos do solo e de núcleos habitacionais, públicos ou privados, para fins residenciais, localizados em área urbana ou de expansão urbana. Com a escritura do imóvel registrada em cartório, o morador torna-se de fato o proprietário da moradia.  Além dessa garantia, com o bem regularizado o cidadão tem acesso ao mercado formal de crédito, pode comercializar sua casa ou transferi-la para seus herdeiros, entre outros benefícios.

Da CDHU