Canil Central integra 22 canis setoriais distribuídos pelo Estado

Neles são treinados os cães para as funções de policiamento e faro

sex, 17/09/2010 - 18h02 | Do Portal do Governo

O Canil Central integra 22 canis setoriais da Polícia Militar distribuídos pelo Estado. Deles, 21 canis treinam os cães para as funções de policiamento e faro –  localizados nas cidades de Osasco, Franco da Rocha, Suzano, Araçatuba, Ribeirão Preto, Bauru, Taubaté, Santos, Sorocaba, Marília, Piracicaba, Araraquara, São José do Rio Preto, Presidente Prudente, Tatuí, Jaú, Assis, Barretos, Campinas, Rio Claro e Sertãozinho.

O Corpo de Bombeiros cuida do 22º canil, sediado na Capital, em dois postos – no Tatuapé e no Ipiranga. Sua função é treinar os cães especificamente para a tarefa de salvamento.  As atividades mais famosas foram as ações no resgate das vítimas da cratera do metrô e do acidente do Airbus da TAM, ambas em 2007, em São Paulo.

No total, 390 cães policiais trabalham para a segurança pública do Estado de São Paulo. A ligação entre o Canil Central e os setoriais é técnica, pois o Canil Central é o único que promove o curso de Cinotecnia – obrigatório para todos os policiais que trabalham nos canis – e dá suporte veterinário. Os oficiais médicos veterinários e auxiliares da sede realizam visitas periódicas para examinar todos os cães nos outros municípios paulistas.

Da Secretaria da Segurança Pública