Bom Prato oferece cardápios especiais em comemoração do Dia da Mulher

Na maioria dos restaurantes, as clientes ainda serão presenteadas com "lembranças" como rosas e cartões

qua, 09/03/2011 - 10h00 | Do Portal do Governo

Mais do que alimentação saudável e barata (refeições a R$ 1), as 33 unidades do Bom Prato também são um espaço de convivência. E nesta quinta-feira, 10, ao reabrir as portas após o Carnaval e Quarta-Feira de Cinzas, vão oferecer cardápios especiais em comemoração ao Dia da Mulher, celebrado em 8 de março. Na maioria dos restaurantes, as clientes ainda serão presenteadas com “lembranças” como rosas e cartões.

Criado pelo Governo do Estado e encabeçado pela Codeagro, o Bom Prato tem o objetivo de garantir a segurança alimentar, especialmente à população de baixa renda, fornecendo refeições balanceadas com qualidade e cardápio variado. As refeições, servidas no horário do almoço, totalizam 1.600 calorias. O custo é de R$ 3,50, com subsídio de R$ 2,50 por parte do Governo do Estado.

Para a instalação do restaurante é firmado um convênio entre o Governo e entidades comunitárias e assistenciais da sociedade civil, sem fins lucrativos, que já atuem junto à população na área da instalação da unidade. As cotas de refeições variam de 1.200 a 2.000 dependendo da unidade. Pode haver aumento conforme avaliação da equipe técnica.

As refeições são constantemente monitoradas por nutricionistas da própria Secretaria e periodicamente enviadas amostras para análise no Instituto de Tecnologia de Alimentos, ligado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios da Pasta (Ital/Apta). Todas as unidades contam, obrigatoriamente, com um nutricionista fixo.

Cada unidade gera de 15 a 20 empregos diretos, entre profissionais administrativos, gerentes, nutricionistas, cozinheiros, auxiliares de cozinha e limpeza, todos vinculados à entidade gestora, contribuindo para política pública de geração de renda, emprego e capacitação profissional.

O prato-base conta com arroz, feijão, farinha de mandioca e pão. Já as guarnições (salada, carne, legumes, fruta e o suco) mudam diariamente, mediante aprovação da equipe de nutricionistas que avalia critérios calóricos, combinação de alimentos, densidade, coloração e apresentação.

As unidades  funcionam de segunda a sexta, das 11 horas até o término da cota de refeições. Atualmente são servidas 46.720 por dia. No total, já foram servidas mais de 76 milhões de refeições desde o início do programa, em dezembro de 2000. (Veja os endereços dos diversos restaurantes no site www.codeagro.sp.gov.br ).

Da Secretaria de Agricultura e Abastecimento