Alckmin entrega moradias no município de Silveiras

nd

qui, 14/06/2001 - 13h40 | Do Portal do Governo


Governador também liberou verbas, entregou ambulância, transporte escolar e remédios produzidos pela Furp

O governador Geraldo Alckmin deu seqüência, nesta quinta-feira, dia 14, à entrega de mais 48 unidades do programa “Sonho Meu” de moradias populares, no município de Silveiras, região de Cruzeiro. Este conjunto habitacional batizado com o nome ‘Mário Covas’ é a quarta entrega que a CDHU – Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo realiza na cidade. ‘Essas casas foram entregues pelo melhor programa habitacional do país, que é o mutirão. A Prefeitura entra com o terreno e infra-estrutura, o governo do Estado com a cesta de material de construção e a comunidade constrói através do mutirão’, destacou Alckmin.

O governador também liberou R$ 210 mil para obras de infra-estrutura na cidade, incluindo o asfaltamento do conjunto habitacional ‘Mário Covas’. Também foram entregues ao município de Silveiras, uma ambulância padrão, uma perua tipo van para o transporte escolar e mais 110 quilos de medicamentos produzidos pela Furp – Fundação do Remédio Popular, órgão vinculado à Secretaria de Saúde do Estado – o que corresponde a 25 mil unidades. Já foram entregues à cidade 4.885 quilos de medicamentos básicos. Conhecido como ‘Dose Certa’, o programa fornece uma cesta básica com os quarenta remédios utilizados com maior frequência em cada município. A doação é feita trimestralmente para todos os 645 municípios do Estado. O prefeito de Silveiras, Edson Mota (PSDB), agradeceu o governador pela liberação de verba, entrega de veículos de transporte e medicamentos.

As 48 casas entregues nesta quinta-feira foram construídas em mutirão por intermédio de uma parceria entre a CDHU, a Prefeitura e as 48 famílias que entraram com a mão-de-obra. São 36 casas com 33,47m² de área e 12 com 39,57m². Os imóveis possuem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e possibilidade de ampliação para até três e quatro dormitórios. Esse conjunto foi viabilizado pelo Habiteto, nome dado ao programa de Mutirão no Interior do Estado.

O Habiteto é um sistema de parceria em que as prefeituras doam o terreno e a CDHU supervisiona as obras. Além da supervisão, cabe à empresa o repasse de uma cesta de material para a construção das casas que, no caso de Silveiras, ficou em torno de R$ 4,8 mil. Desde 1995, o programa já beneficiou 11.829 famílias no Estado. Outras 16.639 unidades habitacionais seguem em construção por este programa.

A cidade de Silveiras é atendida pelo escritório regional da CDHU, localizado em Taubaté. Por esse escritório foram investidos, desde 1995, R$ 115,3 milhões na comercialização de 8.572 moradias na região. Além disso, 2.161 unidades estão em andamento, representando recursos da ordem de R$ 27,7 milhões. Outras 4.384 estão programadas com valor estimado em R$ 42,9 milhões.

Em todo o Estado a CDHU tem programas em andamento além do Habiteto, entre eles a Empreitada Integral, Empreitada Global, Mutirão e Cortiços. Por meio deles, a empresa já entregou 138.549 unidades habitacionais de 1995 até hoje, recorde histórico no número de moradias comercializadas no país.

Segundo o governador, em toda a história do Vale do Ribeira foram entregues 5.071 casas populares e, somente na gestão Covas/Alckmin, desde 1995, já foram entregues 8.462 unidades e outras 2.814 estão em andamento.

Alckmin aproveitou a ocasião para lembrar aos prefeitos da região que o governo tem condições de construir mais habitações em terrenos doados pelas Prefeituras, incluindo também regiões mais distantes das centrais, como forma de evitar o êxodo rural.

No final do evento, Geraldo Alckmin visitou a residência de um casal do conjunto habitacional entregue hoje: Jair Domingos, 36 anos, pai de 4 filhos, funcionário da Prefeitura, e a mulher, Meire Ferreira de Almeida. Com salário mensal de R$ 180, Jair gastava R$ 150 só com aluguél. Agora, a prestação da casa própria é de R$ 32. ‘Foi uma benção de Deus’, agradeceu Meire.

Takao Miyagui/Patrícia Reis