Alckmin assina convênio para implantação de pontes metálicas em 318 municípios

nd

ter, 17/07/2001 - 14h45 | Do Portal do Governo


Banco Mundial considera programa de construção e manutenção de estradas rurais do governo paulista o maior do mundo

O programa de construção e manutenção de estradas rurais desenvolvido pelo Governo do Estado está possibilitando a inversão do fluxo migratório em São Paulo. Nos últimos cinqüenta anos, o homem abandonou o campo rumo à Região Metropolitana na ilusão do emprego urbano, mas hoje as grandes cidades estão superpovoadas e a saída é gerar emprego e renda no Interior. Nesta terça-feira, dia 17, o Governo do Estado assinou convênio para construção de 1.000 pontes metálicas em estradas rurais, dando um importante passo para incentivar o agronegócio.

O governador Geraldo Alckmin destinou R$ 63 milhões para a construção destas pontes em 318 municípios paulistas, em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes. Ele lembrou que, com este novo convênio, são 630 cidades do Estado de São Paulo que passam a ser atendidas pelo Programa de Pontes Metálicas da Secretaria Estadual da Agricultura e Abastecimento. ‘São Paulo é também a terra do agronegócio. É no campo que se distribui melhor a renda nacional’, afirmou.

O secretário estadual da Agricultura, João Carlos de Souza Meirelles, destacou que os investimentos no setor agrícola estão devolvendo o orgulho ao Interior do Estado. A agricultura é responsável por 40% do Produto Interno Bruto (PIB) paulista e por 4,5 milhões de postos de trabalho. ‘O setor rural havia se transformado na vergonha nacional, mas agora São Paulo se orgulha da sua produção’, afirmou. Segundo ele, o agronegócio é a principal forma de gerar emprego e renda, mas exige a implantação de infra-estrutura. ‘A prioridade é a ‘estrada da produção’. O Governo está investindo em estradas e também nas pontes, que fazem a ligação entre a produção e a fome’, sustentou.

Meirelles explicou que, além das pontes metálicas, a Secretaria desenvolve outros três programas para facilitar o escoamento dos produtos agropecuários. O primeiro é o Programa Pró-Estradas, pelo qual já foram investidos R$ 40 milhões na aquisição de máquinas. Estes equipamentos são entregues a consórcios de seis ou mais municípios, que revezam a utilização, realizando a manutenção das estradas rurais. O segundo é o Melhor Caminho, que ensina as melhores formas de utilização dos equipamentos nas estradas, reduzindo custos e investindo na especialização da mão-de-obra. O terceiro é o Programa Fim dos Pontos Críticos, pelo qual são eliminados problemas como erosão em pontos que impedem o acesso dos veículos nas estradas rurais e inviabilizam a chegada às grandes rodovias.

Para Alckmin, esses programas se complementam. ‘Estrada boa e com pontes seguras é um forte fator indutor de desenvolvimento. As cidades e os bairros progridem rapidamente quando há formas de transporte com qualidade’, disse. Meirelles informou ao governador que os diretores do Banco Mundial confirmaram que o programa de estradas rurais do Governo do Estado de São Paulo é o maior programa do mundo nesta área. ‘Eles me disseram isso em recente reunião, mas eu guardei essa surpresa para hoje’, disse.

O secretário lembrou ainda que as pontes metálicas duram mais e são mais seguras e resistentes do que as de madeira, normalmente utilizadas em estradas rurais. ‘Elas sustentam 4,5 toneladas. Tudo o que passa pelas rodovias pode passar por estas pontes.’

O prefeito de Paranapanema, Edilberto Ferreira Mendes, que representou os demais prefeitos na cerimônia, afirmou que as chuvas que castigaram o Interior paulista em 1998 acabaram derrubando pontes de madeira em diversos municípios. Ele também elogiou o programa desenvolvido pelo Governo do Estado nas estradas vicinais. ‘Esse programa é importante não só pelas obras, mas pela mudança de conceito e de espírito. Antes os fazendeiros não queriam a construção das pontes nas proximidades de suas terras, mas hoje são eles que vêm me pedir e buscar informações’, comentou.

Até o fim deste ano, o Estado de São Paulo terá 2 mil pontes metálicas instaladas em todos os municípios que possuem estradas rurais. ‘Essa é a verdadeira ponte para o futuro’, brincou Meirelles.

Rogério Vaquero

  • Confira a lista dos municípios beneficiados com as pontes metálicas