Agronegócio gera saldo de US$ 2,59 bilhões

No agronegócio brasileiro, as exportações cresceram 19,8% em relação ao ano anterior

qui, 05/06/2008 - 9h15 | Do Portal do Governo

Análise do Instituto de Economia Agrícola (IEA), vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (IEA/Apta/SAA), demonstra que o saldo da balança comercial do agronegócio paulista, no primeiro quadrimestre de 2008, fechou em US$ 2,59 bilhões, 18% menor do que o do mesmo período do ano passado.

No período, houve ligeiro crescimento das exportações, de 1,1%, enquanto as importações aumentaram 39%, ou cerca de US$ 2,21 bilhões. Os dados avaliados são da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Secex/MDIC).

Embora o desempenho não tenha sido positivo em comparação com o do ano anterior, os pesquisadores ressaltam que o índice foi fundamental para que o déficit apurado no comércio exterior não fosse maior. As importações paulistas nos demais setores (sem considerar os agronegócios) somaram US$ 16,72 bilhões, com exportações de US$ 12,22 bilhões, o que gerou déficit externo desse agregado de US$ 4,50 bilhões. Por isso, consideram preocupante a tendência de queda no setor da agricultura.

Balança comercial – No agronegócio brasileiro, as exportações cresceram 19,8% em relação ao ano anterior, atingindo US$ 20,88 bilhões (39,6% do total), e as importações aumentaram 49,6%, somando US$ 6,82 bilhões (14,2% do total). Esse desempenho garantiu superávit do setor no primeiro quadrimestre de 2008 de US$ 14,06 bilhões, 9,2% superior ao do mesmo período do ano anterior. De acordo com a análise, o desempenho dos agronegócios sustentou a balança comercial brasileira, uma vez que os demais setores, com exportações de US$ 31,87 bilhões e importações de US$ 41,35 bilhões, produziram no período déficit de US$ 9,48 bilhões.

SERVIÇO

Confira estudo completo no site www.iea.sp.gov.br

Da Secretaria da Agricultura

(M.C.)