Ação do Novembro Azul oferece exames gratuitos em presídios

Em parceria com laboratório, testes ocorreram nas unidades de Pirajuí, sede da Coordenadoria e CR de Avaré

sáb, 12/12/2020 - 10h30 | Do Portal do Governo

Servidores que atuam nas três unidades prisionais de Pirajuí, sede administrativa da Coordenadoria da Região Noroeste (CRN) e no Centro de Ressocialização (CR) “Dr. Mauro de Macedo” de Avaré foram submetidos voluntariamente ao exame de sangue PSA, que pode indicar um aumento da próstata causada por uma lesão maligna (como o câncer de próstata) ou benigna. O procedimento foi oferecido de forma gratuita, após parceria firmada com laboratório de Bauru.

A ação faz parte do Novembro Azul, mês dedicado à saúde do homem. Os estabelecimentos penais divulgaram a iniciativa com antecedência e a participação no mutirão, entretanto, ficou à critério de cada servidor. Cerca de 70 funcionários fizeram os testes e o resultado deve sair nos próximos dias. Conforme o diagnóstico, o paciente será orientado a procurar atendimento médico.

PARCERIA

A iniciativa conta com uma parceria entre o Centro de Qualidade de Vida e Saúde do Servidor (CQVidass) da CRN, Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) e CDA Medicina Diagnóstica de Bauru. A ação teve apoio, ainda, do Núcleo de Atendimento à Saúde das unidades prisionais.

Além do CR de Avaré e da sede administrativa da Coordenadoria, os exames também foram disponibilizados para funcionários das três penitenciárias instaladas em Pirajuí: “Dr. Walter Faria Pereira de Queiróz” (a PI), “Luiz Gonzaga Vieira” (a PII) e a Feminina “Sandra Aparecida Lario Vianna”.

PREVENÇÃO

Diretor do CQVidass, Nilson Dantas destaca a importância de ações preventivas para auxiliar no diagnóstico precoce de doenças. “Sensibilizar os funcionários é uma tarefa contínua da Cipa, ainda mais quando se fala em prevenir qualquer tipo de câncer”, orienta.

“A campanha, inclusive, busca incentivar o público masculino a se cuidar mais, pois a maioria dos homens é resistente em procurar atendimento médico, uma vez que o exame para detectar o câncer de próstata é cercado de preconceitos”, finaliza Dantas.

TEMÁTICO

O Centro de Ressocialização (CR) de Marília também realizou ações para celebrar o Novembro Azul. Entre elas, um café da tarde temático. Para tanto, houve a elaboração de pratos em tons de azul, firmando, assim, através da cor, a importância da prevenção e cuidados regulares com a saúde.