Leilão do Lote Litoral Paulista vai melhorar trajeto de 126 mil veículos

Mais de 1 milhão de pessoas serão beneciadas nas cidades por onde passam os trechos concedidos

sex, 19/04/2024 - 11h11 | Do Portal do Governo

A concessão do lote de vias do litoral paulista levará melhorias a um percurso de mais de 126 mil veículos. Com o leilão realizado na terça-feira (16), a concessão rodoviária promoverá duplicação de faixas, instalação de rampas de escape e novas ciclovias.

Na rodovia Padre Manoel de Nóbrega, dois trechos foram concedidos. O que liga Praia Grande a Mongaguá tem fluxo diário médio de 24,8 mil veículos no sentido leste e 27,9 mil no sentido oeste. Já o trecho que liga Peruíbe a Pedro de Toledo recebe média de 20 mil veículos, considerando os trechos leste e oeste.

Outra rodovia concedida no Lote Litoral Paulista é a Pedro Eroles. O trecho recebe volume diário médio de 54,9 mil veículos. As melhorias na rodovia Pedro Eroles incluem implantação de terceira faixa, instalação de acostamentos e passarelas, bem como a duplicação de trechos que passam pelo município de Mogi das Cruzes.

Já o trecho da rodovia Dom Paulo Rolim Loureiro tem fluxo diário médio de 11,6 mil veículos. Os dados são do DER-SP (Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo). Ao todo, as três rodovias passam por um total de dez municípios. A soma da população beneficiada pelas melhorias da concessão ultrapassa 1,1 milhão de habitantes.

Concessão do Lote Litoral Paulista

O projeto de concessão do Lote Litoral Paulista prevê investimentos de mais de R$ 2,5 bilhões para melhoria da operação e segurança das vias. Apesar de ter um prazo de 30 anos para a conclusão, 80% das duplicações serão feitas nos primeiros cinco anos da concessão.

Oportunidades de R$ 220 bilhões

O Governo de São Paulo tem previsão para 13 projetos em leilões ao longo de 2024. O primeiro deles foi o Trem Intercidades (TIC) Eixo Norte em fevereiro, que vai ligar a cidade de São Paulo a Campinas.

A carteira de projetos de concessões, desestatizações e parcerias da atual gestão estadual é estimada em mais de R$ 220 bilhões em capital privado, com 20 projetos qualificados e a previsão de 44 leilões até o final de 2026.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap