Jovem autista muda estilo de vida para realizar desejo de doar sangue

Bruno decidiu ser doador após ficar sabendo sobre um rapaz autista que necessitava de doação

seg, 22/04/2024 - 11h21 | Do Portal do Governo
DownloadGoverno de SP
Para conseguir doar sangue, o jovem frequentou nutricionista e academia afim de ganhar massa muscular e estar no peso adequado para doação

Movido pelo desejo de ajudar o próximo, Bruno Cardoso, um jovem de 23 anos com Transtorno do Espectro Autista (TEA), cumpriu um de seus sonhos ao realizar a doação de sangue pela primeira vez no Hemonúcleo do Hospital de Base de Bauru (SP) da Secretaria de Estado da Saúde (SES-SP).

Em maio de 2023, ao chegar em casa, ficou reflexivo e decidiu mudar os hábitos alimentares e começou a se exercitar. Bruno manifestou a vontade de doar sangue quando viu uma reportagem nos jornais sobre uma pessoa autista que necessitava de doação. Isso porque, na época, chegou a ir ao hemonúcleo, mas não pôde doar porque o peso não correspondia aos critérios básicos para ser doador.

Para chegar ao objetivo, Hélio Miranda, pai de Bruno, levou o jovem ao nutricionista que, logo em seguida, passou a frequentar academia, realizando treinos para ganho de massa, iniciando assim seu preparo físico para que pudesse estar apto a fazer a doação.

Incentivo da família

Hélio explica que todo o processo de preparo teve início no ano passado, após Bruno ficar sabendo do apelo na rádio que pedia pela doação. De acordo com o pai, o jovem havia emagrecido bastante nos últimos meses por conta de uma troca nas medicações, o que culminou na perda de apetite.

Bruno se sentia inseguro e desafiado, pois o início das atividades físicas, suplementação e dieta significavam mudanças bruscas na rotina. “Apesar dele não ter muita seletividade alimentar, inserir novos hábitos não é uma tarefa tão fácil para uma pessoa com autismo devido a maior dificuldade em lidar com mudanças, por menor que pareçam ser”, explica Hélio.

O pai conta que já havia se esquecido da questão da doação, até que Bruno começou a se pesar frequentemente nos últimos meses e passou a fazer uma espécie de contagem regressiva ao contar quantos quilos faltavam para chegar ao peso ideal até que conseguisse chegar a sua meta.

“Hoje estivemos no hemonúcleo e Bruno ficou muito feliz porque pôde fazer a doação. Eu e a mãe dele também doamos. O Bruno tem muita empatia e tinha uma vontade ainda maior de ajudar os outros”, diz o pai alegrado.

Doação de sangue

O Hemonúcleo do Hospital de Base de Bauru registrou um total de 13.379 doações de sangue ao longo do ano de 2023. Já no primeiro trimestre de 2024, esse número atingiu 3.423 doações.

“Toda ação como a do Bruno é muito bem-vinda, pois nos ajuda a desmistificar o ato da doação voluntária de sangue. Nós buscamos na população a mudança cultural para que os indivíduos saudáveis possam nos ajudar e colaborar com esse ato de amor e solidariedade ao próximo”, comenta a assistente social do hemonúcleo de Bauru, Valéria Coltri.

Requisitos básicos para doação

  • Boas condições de saúde
  • Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos
  • Pesar no mínimo 50kg
  • Estar descansado
  • Estar alimentado (sem alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem o procedimento)
  • Apresentar documento original com foto recente

Principais impedimentos temporários

  • Resfriado (aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas)
  • Gravidez
  • Amamentação
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.
  • Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis
  • Exames endoscópicos, extração dentária e cirurgias com anestesia geral
  • Vacinas (consultar Pró-Sangue ou outro local de doação)
  • Viagens (consultar Pró-Sangue ou outro local de doação)

Principais impedimentos definitivos

  • Evidência clínica ou laboratorial de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue, como Hepatites B e C, HIV e Doença de Chagas
  • Uso de drogas ilícitas injetáveis

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap