CPTM: ?9 estações recebem ação em referência à Campanha Março Lilás neste sábado (16)

Das 9h às 12h e 13h às 16h, estudantes da Proz Educação irão atender aos passageiros e fornecer orientações sobre o câncer do colo do útero

sex, 15/03/2024 - 20h21 | Do Portal do Governo
DownloadGoverno do Estado de São Paulo
hid

 

Quem passar pelas estações Mauá, Dom Bosco, Guaianases, Corinthians-Itaquera, Mogi das Cruzes, Luz, Comendador Ermelino, Jardim Helena-Vila Mara e Guarulhos-Cecap neste sábado (16) poderá participar das ações de saúde em alusão à Campanha Março Lilás, que trata da conscientização e esclarecimentos sobre o câncer de colo de útero.

Haverá turmas das 9h às 12h e das 13h às 16h. Durante o evento, alunos da Instituição Proz Educação estarão à disposição das passageiras, e também dos passageiros, para aferição de pressão arterial (sem limite de atendimentos) e testes de glicemia capilar em pessoas com histórico de diabetes na família ou pessoas diabéticas (limitados a 100 testes por estação).

A iniciativa tem o objetivo de conscientizar e prestar esclarecimentos à população sobre o câncer de colo de útero, também chamado de câncer cervical.

Sobre o Câncer de colo de útero

O câncer do colo do útero é causado pela infecção persistente por alguns tipos do Papilomavírus Humano – HPV (chamados de tipos oncogênicos).

A infecção genital por esse vírus é muito frequente e na maioria das vezes não causa doença. Em alguns casos, ocorrem alterações celulares que podem evoluir para o câncer. Essas alterações são descobertas facilmente no exame preventivo (conhecido também como Papanicolau), e são curáveis na quase totalidade dos casos. Por isso, é importante a realização periódica do exame preventivo.

De acordo com os dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), este é o terceiro tumor maligno mais frequente entre a população feminina, ficando atrás do câncer de mama e do colorretal. Além disso, é a terceira causa de morte de mulheres por câncer no Brasil. Em 2022, foram registrados cerca de 17 mil novos casos no país.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap