“Casa bomba”: polícias de SP atuam na localização de depósitos de distribuição de droga

Na quinta, Polícia Civil apreendeu uma tonelada de cocaína em Guarujá; também foram desmobilizados locais na Grande SP e na capital

sex, 19/04/2024 - 16h26 | Do Portal do Governo

Um dos destaques do trabalho das forças de segurança de SP nesta semana foi o desmantelamento de imóveis utilizados como depósitos para armazenamento e distribuição de drogas, as chamadas “casas bomba”..

Na última quarta-feira (19), o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) encontrou uma tonelada de cocaína em um depósito de sucatas no Sítio Cachoeira, em Guarujá, no litoral sul. O entorpecente, que seria distribuído para cidades da Baixada Santista, foi identificado com ajuda de cães farejadores.

No mesmo dia, quatro homens foram presos pela Polícia Civil em Itapevi, na Grande São Paulo, suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada na venda de drogas. Eles foram encontrados em um imóvel usado como “casa bomba”, onde os entorpecentes eram escondidos e depois distribuídos para pontos de tráfico. No local, mais de 12 mil porções de crack, cocaína e maconha foram apreendidos, além de balanças de precisão, celulares, três motos e um carro.

Em outra ocorrência, na quarta-feira, policiais militares localizaram quase 10 mil porções de drogas em um quarto de pensão no bairro do Canindé, na zona norte da capital. Entre as apreensões, estavam quantias de cocaína, crack e k9.

Na terça-feira, outra “casa bomba” foi desmobilizada pela Polícia Militar. Dessa vez, na zona leste de São Paulo. Mais de 100 quilos de cocaína foram apreendidos em uma casa usada por criminosos como depósito de drogas, no fundo de um sobrado. Além da cocaína, a PM apreendeu no local 200 pedras de crack e mais de 50 porções de haxixe.