Secretaria da Habitação entrega 572 novas moradias em Itapetininga

Empreendimento contou com R$ 7,4 milhões de aporte de recursos por meio da modalidade Nossa Casa - Apoio

qua, 03/11/2021 - 16h18 | Do Portal do Governo

O município de Itapetininga recebeu, nesta quarta-feira (3), um novo conjunto habitacional, o Residencial Vida Nova Itapetininga. O empreendimento contou com R$ 7,4 milhões de aporte de recursos da Secretaria de Estado da Habitação, por meio da modalidade Nossa Casa – Apoio, para fomentar a construção de 572 moradias. O secretário de Estado da Habitação, Flavio Amary, participou da cerimônia de entrega de chaves.

O residencial é composto de 1.120 casas térreas com dois dormitórios e área construída de 45,47 m². Os 572 imóveis que receberam recursos da Secretaria de Estado da Habitação estão distribuídos nos empreendimentos Vida Nova Itapetininga 2,3,4 Modulo II (132 unidades), Vida Nova Itapetininga 2,3,4 Modulo III (147), Vida Nova Itapetininga 2,3,4 Modulo IV (117) e Vida Nova Itapetininga III Fase II (176).

“Vocês que ganham até três salários mínimos, nós temos um programa que chama Nossa Casa Apoio – é um cheque que vocês receberam complementando o financiamento. As vezes falta um pouquinho para pagar a entrada ou um pouco na prestação e aí entra o cheque do estado de São Paulo, esses mais de R﹩ 7 milhões de reais que nós investimos para quem ganha até três salários. E foram 572 famílias beneficiadas com essa ação”, explicou Flavio Amary.

A modalidade Nossa Casa – Apoio fornece cheque moradia a famílias com até três salários mínimos para aquisição de moradias em empreendimentos aprovados pela Secretaria de Estado da Habitação.

O cheque moradia é um subsídio concedido pelo Governo do Estado, por meio da Casa Paulista, para as famílias efetivarem a compra do imóvel, junto às construtoras. Esse subsídio é usado para abater o valor final na assinatura do contrato de financiamento.

A demanda é aberta a todos que se enquadrarem nos critérios do programa e devidamente aprovada pela Caixa Econômica Federal, que concede o financiamento habitacional das moradias. O valor do subsídio varia de acordo com a renda familiar.

O comprador pode contar ainda com subsídios federais e utilizar o FGTS no financiamento habitacional, quando disponível. Desta forma, o valor das prestações fica compatível com a capacidade de pagamento das famílias.