Projeto Guri vai ser estendido a toda a Febem

O Estado de S. Paulo - Sexta-feira, 28 de novembro de 2003

sex, 28/11/2003 - 10h07 | Do Portal do Governo

Bárbara Souza e Maurício Moraes

Num palanque apertado, montado no pátio da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (Febem) em Pirituba, zona oeste, o governador Geraldo Alckmin anunciou ontem que, a partir de dezembro, o Projeto Guri será estendido às 70 unidades da entidade. Enquanto os adolescentes da unidade se apresentavam, o governador dividia o palco com o secretário de Educação, Gabriel Chalita, a secretária de Cultura, Cláudia Costin, e o empresário Antonio Ermírio de Moraes, que doou 2.500 instrumentos ao projeto.

“É uma alegria indescritível observar o entusiasmo desses jovens, ver o quanto a música é transformadora e auxilia no trabalho de ressocialização”, disse Alckmin. Ele afirmou que todas as outras unidades serão atendidas graças a parcerias com a iniciativa privada.

Depois de anunciar a doação, Antonio Ermírio disse que essa era sua “obrigação, como brasileiro” e lançou o nome do governador para presidente.

“Precisamos dele na esfera federal.” Alckmin, em tom de brincadeira, tentou desconversar. “Antonio Ermírio é umdos nossos maiores brasileiros, mas às vezes perde o juízo.” Cláudia disse que o projeto será levado às 50 cidades com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado em 2004.