Procon autua bancos

Jornal da Tarde - Sexta-feira, 2 de julho de 2004

sex, 02/07/2004 - 9h37 | Do Portal do Governo

Das 40 agências fiscalizadas, 18 foram autuadas. Entre os problemas estão o tempo excessivo nas filas e falta de informação das tarifas

Dezoito agências bancárias da Capital foram autuadas pela Fundação Procon-SP, que fiscalizou 40 bancos entre os dias 2 e 16 de junho. As agências não cumpriam algum item do Código de Defesa do Consumidor ou do conjunto de normas do Banco Central BC.

O Procon constatou problemas no atendimento, como filas excessivas, e também informações incorretas sobre o valor das tarifas fixadas nas agências. O Código de Defesa do Consumidor prevê multa de R$ 200 a R$ 3 milhões, cujo valor aplicado depende da infração cometida e do tamanho da empresa.

Entre os bancos autuados, o Procon informou que o Santander tem quatro agências com o mesmo problema: incorreção na informação de tarifas. O banco também receberá outra autuação como instituição financeira pois o site do banco apresentava incorreções na divulgação das taxas. O Santander não quis comentar o resultado da fiscalização. O Procon constatou ainda duas infrações cometidas pelo Bradesco. Uma delas está no fato de o banco não informar nas agências o telefone do BC para reclamações. O Bradesco disse que está tomando as providências para resolver os tais problemas. A mesma resposta foi dada por outros bancos autuados como HSBC, Real e Itaú. Demais instituições fiscalizadas não se pronunciaram sobre o assunto.