Natal e Ano Novo: fiscalização nas estradas será mais rígida

Jornal Destak - Segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

seg, 22/12/2008 - 9h45 | Do Portal do Governo

Jornal Destak

Cerca de 1,8 milhão de veículos devem deixar a cidade em direção ao litoral e ao interior no período do Natal. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) recomenda que o motorista evite viajar entre as 14h e as 22h.

Na semana entre o Natal e o Ano Novo, a concessionária Ecovias espera que de 825 mil a 1,175 milhão de veículos passem pelo sistema Anchieta-Imigrantes em direção ao litoral. Pelo sistema Anhangüera-Bandeirantes, a estimativa da Autoban é de 810 mil veículos, de amanhã até domingo. No sistema Castello-Raposo, o movimento nas festas de fim de ano deve chegar a 1 milhão de veículos.

O motorista que for para Belo Horizonte deve reservar o dinheiro para as primeiras duas praças de pedágio da Fernão Dias, inauguradas na sexta-feira passada, já no Estado de Minas Gerais. O preço da tarifa é R$ 1,10.

A Polícia Militar Rodoviária e a Secretaria de Estado dos Transportes disponibilizarão o dobro de veículos para fiscalizar e auxiliar motoristas nas estradas paulistas neste verão, em relação a 2007. Serão 197 veículos entre carros de inspeção e de apoio, guinchos, ambulâncias e motos para socorro.

A polícia vai apertar a fiscalização principalmente contra veículos em más condições de conservação – os maiores causadores de congestionamentos por causa de problemas mecânicos que resultam em acidentes.

Para retirar esses carros da estrada, será montada a Operação Saneamento. Quatro novos pátios foram abertos para recolhê-los: na Imigrantes, em São Bernardo do Campo; dois na Dutra, em São José dos Campos e em Taubaté; e na Rio-Santos, em Bertioga.

Na tentativa de coibir o excesso de velocidade, serão utilizados 25 radares móveis na Rio-Santos, 10 na Tamoios, 3 na Dom Paulo Rolim Loureiro, 2 na Floriano Rodrigues Pinheiro, 2 na Oswaldo Cruz e 1 na Pedro Eroles.

Motociclistas também serão alvo de fiscalização, com a Operação Cavalo de Aço.l

PM recebe em cerimônia oficial 470 novos bafômetros

A Polícia Militar de São Paulo vai receber hoje, em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, 470 novos bafômetros para intensificar a fiscalização nas estradas estaduais e principais ruas da capital.

As novas aquisições custaram aos cofres públicos R$ 5 milhões e serão apresentadas pelo governador José Serra (PSDB) e pelo secretário de Segurança Pública, Ronaldo Marzagão.

O Estado, que já tem 170 aparelhos, passará a contar agora com 640. Na capital, o número de aparelhos vai subir dos atuais 51 para 150.

O motorista que apresentar índice entre 0,1 e 0,29 miligrama de álcool por litro de ar expelido é multado em R$ 955 e pode perder o direito de dirigir por um ano, com a suspensão de sua habilitação. Se a taxa for superior, o motorista é preso, paga multa e fica sem a carteira de habilitação durante um ano.