Metrô e CPTM tiram 4.900 dúvidas

AgoraSem tempo de ir à gramática e ver quando usar “por que” em vez de “porque”? E abrir o livro de aritmética para aprender a calcular 5% de 320? Então […]

seg, 28/03/2011 - 19h00 | Do Portal do Governo

Agora

Sem tempo de ir à gramática e ver quando usar “por que” em vez de “porque”? E abrir o livro de aritmética para aprender a calcular 5% de 320? Então é hora de pegar o trem e desembarcar na estação Brás, da CPTM, ou na Consolação, do metrô.

Nelas, professores universitários estão prontos para esclarecer essas e outras questões ligadas às duas disciplinas. O serviço “Tira-Dúvidas”, que começou em fevereiro de 2010 na parada de trem, já realizou mais de 4.900 atendimentos grátis.

“Vêm alunos do ensino médio, vestibulandos e estrangeiros atrás de aulas de conversação, mas, principalmente, concurseiros”, diz a professora de matemática Maria do Carmo Servidoni, 39 anos. Ela é um dos 12 profissionais da faculdade Estácio/UniRadial que se revezam nos postos de atendimento das duas estações.

Formada em agronomia, a operadora de telemarketing Neide Sakugawa, 49 anos, passou em dois concursos – um na Prefeitura de Diadema (ABC) e outro no Metrô – graças às “aulas” que teve na estação Brás. “Fiquei 15 anos no Japão. Voltei desatualizada, principalmente em português. O serviço me ajudou
muito.”

Segundo Aluízio Gibson, do departamento de marketing do Metrô, a intenção é formar parcerias para levar o serviço para dez estações. A próxima será a Santana, na linha 1-azul.