Educação: veja exemplo de escola em SP que atingiu 85% de alunos leitores

Estratégia adotada em 2023 melhorou os índices na Avaliação da Fluência Leitora e será aprimorada pelo programa Alfabetiza Juntos SP

ter, 20/02/2024 - 17h45 | Do Portal do Governo

Na periferia da Zona Sul de São Paulo, uma escola estadual tem se destacado na alfabetização dos alunos. Na unidade Professora Josephina Cintra Damião, a coordenação pedagógica e os docentes implantaram uma série de atividades ao longo de 2023 para incentivar a leitura dos estudantes dentro e fora da sala de aula.

A estratégia resultou nos excelentes resultados na Avaliação da Fluência Leitora aplicada pela Secretaria da Educação de São Paulo (Seduc-SP) no fim do ano passado. Enquanto, 64% das crianças do estado terminaram o 2º ano do Ensino Fundamental sabendo ler, na Escola Josephina o percentual atingido foi de 85%.

A Avaliação da Fluência Leitora integra o pacote de ações que compõe o programa Alfabetiza Juntos SP, lançado nesta terça-feira (20) pelo governador Tarcísio de Freitas e pelo secretário da Educação, Renato Feder.

“A professora Alice do 2º ano dava muitos livros para a gente ler, ficávamos uma ou duas horas lendo. A gente lia também rótulos, receitas, fazia mercadinho, bilhetes e cartas”, conta o estudante George Mathias da Silva Nobre, 8 anos, que passou pela avaliação.

A diretora Altamira Rodrigues de Oliveira Rocha explica que a fluência na leitura foi o projeto central dos professores do 2º ano do Ensino Fundamental. Além das atividades do Currículo Paulista, havia também o programa sacola viajante com o envio de livros para as crianças e seus familiares e o incentivo à troca de livros entre alunos e professores. “Acreditamos no trabalho, vestimos a camisa. Eles já liam, mas não com fluência e isso nos ajudou muito”, afirma.

A meta do Alfabetiza Juntos SP é ter 90% de crianças leitoras até o fim de 2026. A iniciativa pretende unir os 645 municípios de São Paulo com o objetivo de atingir a alfabetização de crianças até os 7 anos.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap