Começa hoje Festa do Imigrante com diversas atrações

Ricardo Macario | 4 de junho de 2017 |

A 22ª edição da tradicional Festa do Imigrante, realizada pelo Museu da Imigração, começa neste domingo na capital paulista. Promovido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o evento homenageia a história de povos de mais de 50 nacionalidades.

Este ano, a festa acontece nos dias 4, 10 e 11 de junho e oferece programação variada com gastronomia, artesanato, dança e música, entre outras atividades para a família, com o objetivo de resgatar a herança das comunidades de imigrantes e descendentes que formam a identidade de São Paulo.

A celebração ocorre no complexo de prédios onde funcionava a antiga Hospedaria dos Imigrantes do Brás, que atualmente abriga o Museu da Imigração. Na última edição, mais de 22 mil pessoas compareceram ao evento, mostrando a importância dessa iniciativa no calendário cultural da capital paulista.

Memória
A homenagem também assume o papel de propagar a memória de mais de 2,5 milhões de pessoas que chegaram a São Paulo desde o fim do século 19. Em três dias, a Festa do Imigrante contará com a participação de 44 expositores de alimentação, 32 estandes de artesanato e 45 grupos de dança e música.

O público poderá entrar em contato com a cultura de várias partes do mundo, em atividades que envolvem manifestações artísticas variadas. Entre elas, estão os workshops de dança, com iniciação a diversos ritmos estrangeiros, como polca paraguaia, danças coreanas, russas e gregas. As oficinas de artesanato ensinarão os visitantes a fazer, por exemplo, origamis, marguciai (pintura em ovos típica da Lituânia) e bordado da Madeira.

Diversidade
Um dos destaques da iniciativa é o projeto “Sabor Paulista”, que valoriza a diversidade gastronômica de São Paulo e oferece oficinas abertas de culinária, ministradas pelas comunidades de imigrantes. Nessa programação, o preparo de várias receitas típicas será apresentado para o público, que poderá participar gratuitamente.

Para as crianças e adolescentes, a festa terá um ambiente reservado à recreação, com jogos e brincadeiras. Os jovens também podem aproveitar o espaço “Faz e Conta”, no qual serão oferecidas contações de histórias do mundo, conduzidas pelos grupos “Teatro por um triz”, “Agrupamento teatral” e “Lili Flor & Paulo Pixu”. As apresentações abordam contos da cultura de diversos países e acontecerão nos três dias de evento, sempre às 12 e às 15h.