Universidades paulistas melhoram avaliações em rankings internacionais no 1º semestre

USP e Unesp foram as duas universidades estaduais paulistas que se destacaram; Instituições aliam ensino e pesquisa com impacto social

seg, 24/07/2023 - 15h30 | Do Portal do Governo

A Universidade de São Paulo (USP) subiu 30 posições no QS World University Ranking 2024, da consultoria britânica especializada em ensino superior Quacquarelli Symonds (QS). Em junho, ela foi eleita a 85ª melhor do mundo e se tornou a primeira brasileira a entrar no top 100 – entre mais de 3 mil.

Já a Universidade Estadual Paulista (Unesp) foi a melhor brasileira avaliada em um levantamento publicado pela consultoria britânica Times Higher Education, que considera apenas universidades “jovens” – com menos de 50 anos de existência. Na listagem mundial, a Unesp ficou colocada na faixa entre 301ª e 350ª posição.

A Times Higher Education também fez um levantamento da América Latina levando em conta todas as universidades. Neste ranking, USP e Unicamp dominaram o top 3, ao lado da Pontifícia Universidade Católica do Chile.

As instituições se destacam por aliarem ensino e pesquisa de excelência e com impacto social. Os índices também avaliam o impacto comercial e o valor industrial das pesquisas desenvolvidas.

Além dos rankings, alunos da USP se destacaram também na competição mundial de foguetes universitários Spaceport America Cup, que aconteceu no fim de junho nos Estados Unidos. O Projeto Júpiter, equipe de foguetemodelismo da Escola Politécnica (Poli), ficou em segundo lugar com o foguete Juno III.

Neste ano, seis universidades estaduais atendem 246,8 mil alunos, entre graduação, pós, mestrado e doutorado, com investimento previsto de R$ 16,7 bilhões em todo o ano.