Sumaré recebe obras para melhorar abastecimento de água

Contrato inédito marca nova forma da Sabesp se relacionar com municípios não operados pela empresa, buscando parcerias e novos negócios

qui, 15/07/2010 - 14h52 | Do Portal do Governo

A cidade de Sumaré, na Região Metropolitana de Campinas, recebeu nesta quinta-feira, 15, um conjunto de obras – incluindo uma Estação de Tratamento de Água (ETA) que via melhorar o abastecimento de água. As obras foram realizadas pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saneamento e Energia e pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Sumaré não é um município operado pela Sabesp, possuindo uma autarquia municipal de saneamento, o Departamento de Água e Esgotos (DAE). O município fechou contrato inédito com a companhia estadual para comprar água tratada por atacado. A distribuição será feita pelo DAE e beneficiará toda a população, 229 mil habitantes.

A Sabesp investiu R$ 3,5 milhões na construção de uma Estação de Tratamento de Água (ETA), formada por duas estações modulares com capacidade de tratamento de 75 metros cúbicos por segundo cada, e demais equipamentos necessários ao fornecimento, num total de R$ 5,093 milhões de investimentos.

O contrato é de cinco anos e a água virá do sistema integrado que atende Paulínia, Hortolândia e Monte Mor com captação no rio Jaguari, em Paulínia.

A cerimônia de entrega das obras contou com as presenças do governador Alberto Goldman, da secretária de saneamento e energia, Dilma Pena, do presidente da Sabesp, Gesner Oliveira, do diretor de tecnologia e meio ambiente da Sabesp, Marcelo Salles, do diretor de sistemas regionais da empresa, Umberto Semeghini, do superintendente da Unidade de Negócio Capivari Jundiaí, Mario Eduardo Pardini Affonseca, e do diretor do DAE de Sumaré, Luiz Eduardo Almança, entre outras autoridades.

Na região de Sumaré, a Sabesp é responsável pela operação dos sistemas de saneamento em 12 municípios: Paulínia, Itatiba, Monte Mor, Hortolândia, Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista, Itupeva, Jarinu, Cabreúva, Elias Fausto, Mombuca e Morungaba.

Sistema integrado e fidelização de clientes

O contrato de fornecimento de água tratada para o DAE de Sumaré foi assinado em agosto de 2009, fazendo parte das diretrizes da Secretaria de Saneamento e Energia e da própria Sabesp de buscar novos negócios, mesmo em municípios não operados por ela.

O contrato compõe um programa da companhia estadual chamado Demanda Firme, voltado ao atendimento e fidelização de grandes clientes que demandam grandes volumes de água e podem obter melhores condições de preços e tarifas.

No caso de Sumaré, o atendimento à demanda exigiu, além da construção de uma nova ETA, a construção de uma nova Estação Elevatória de Água Tratada para que o volume tratado fosse entregue no reservatório operado pelo DAE. Também foi necessária uma nova adutora. Todo o sistema foi concluído antes do prazo previsto em contrato e já durante o mês de dezembro a Sabesp iniciou o fornecimento de água tratada para Sumaré, em média 50 litros/s.

Da Secretaria de Saneamento e Energia