São Paulo sedia reunião do Fórum Nacional de Secretários de Energia

Secretários de todo o Brasil e representantes de associações e concessionárias debateram os desafios do setor

sex, 18/09/2015 - 15h55 | Do Portal do Governo

O governador Geraldo Alckmin participou nesta sexta-feira, 18, da abertura do Fórum Nacional de Secretários de Estado para Assuntos de Energia (FNSE), realizado no Palácio dos Bandeirantes. A reunião teve como objetivo promover o debate do uso racional dos diferentes tipos de energia e as perspectivas de desenvolvimento do setor.

O governador falou da importância do encontro. “Quero destacar o empenho do Estado de São Paulo no sentido de garantir a energia, especialmente o fortalecimento das energias renováveis. Hoje já estamos tirando o gás natural por Caraguatatuba e agora teremos a rota 4, um importante gasoduto do pré-sal na Bacia de Santos e que poderá mudar a matriz energética brasileira. Na biomassa, usamos o bagaço da cana e a palha na geração de energia perto dos grandes centros consumidores, com um grande potencial de produção, pois temos o maior canavial do mundo em São Paulo”, afirmou Alckmin.

“A pauta energética é um assunto nacional e o Brasil é um país continental, onde cada região tem suas peculiaridades, por isso é fundamental que os Estados tenham um Fórum para debater e alinhar suas demandas conjuntas para serem apresentadas ao Governo Federal”, explicou o secretário de Energia do Estado de São Paulo, João Carlos de Souza Meirelles, organizador do evento.

O encontro contou com a presença dos secretários de todo o Brasil que têm a pauta energia em sua pasta, do secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Luiz Eduardo Barata, do diretor geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), Romeu Rufino, além de representantes de associações e concessionárias.

“Os Estados têm papel cada vez mais preponderante, não só na discussão da matriz energética brasileira, mas também nas questões derivadas que cercam os empreendimentos, como logística, política de preços, produção e empregabilidade. Nos posicionaremos sempre de forma técnica e racional para sermos ouvidos efetivamente e, mais do que nunc,a atuaremos junto ao Poder Executivo e ao Congresso Nacional, encaminhando nossos posicionamentos em bloco”, disse o presidente do Fórum e secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços do Rio de Janeiro, Marco Capute.

Durante o Fórum, o diretor geral da Aneel apresentou o panorama do setor de energia elétrica, que foi amplamente debatido pelos secretários. Já o presidente executivo da Abegás (Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado), Augusto Salomon, falou sobre os desafios da cadeia tributária do setor energético.

O presidente do FNSE foi o responsável por apresentar o tema petróleo, gás natural e petroquímica e o secretário de Energia do Estado de São Paulo falou sobre os atuais desafios do setor de energia elétrica no Brasil. Por fim, o diretor presidente da Copel (Companhia Paranaense de Energia), Reinhold Stephanes, debateu com os secretários um pacto do setor elétrico.

No encontro, foram discutidas também questões relativas às ações do Fórum, incluindo alterações no estatuto que modificou o nome para Fórum Nacional de Secretários de Minas e Energia – FME, e criou a vice-presidência de mineração. Agora somam sete vice-presidências.

Secretaria de Energia do Estado de São Paulo
Assessoria de Imprensa
(11) 3218-5716