Metrô inicia operação de nova fábrica de anéis de concreto para túneis da Linha 2-Verde

Localizada no Pátio Itaquera, a estrutura vai produzir quase 30 mil segmentos de concreto que revestirão os túneis da ampliação da linha 2

qua, 20/09/2023 - 13h58 | Do Portal do Governo

O Metrô do Governo de SP iniciou nesta quarta-feira (20) a operação da fábrica de anéis de concreto que vai fornecer as estruturas de revestimento dos túneis da ampliação da Linha 2-Verde, entre Vila Prudente e Penha. O novo galpão tem 2,5 mil m², fica no Pátio Itaquera do Metrô e tem capacidade para produzir 56 segmentos de anéis por dia.

Contando com dois turnos de trabalho e 100 pessoas envolvidas nas atividades, a nova fábrica será a responsável pela produção de 29.414 segmentos de concreto, compondo assim os 4.202 círculos de anéis que vão revestir os quase 7 km do túnel da via entre a Vila Prudente e a Penha.

A produção de cada anel envolve um processo de cerca de 6 horas para montagem da armação, moldagem e cura a vapor do concreto, possibilitando que as peças sequem com a resistência adequada para estocagem. Todo esse processo contará com rígido controle de qualidade e identificação de cada uma das aduelas.

Além de estrutura para a fabricação das aduelas (anéis), a fábrica também foi dotada de um exclusivo laboratório para os ensaios de controle tecnológico que permitirá maior agilidade na verificação da qualidade do concreto, bem como um pátio de estoque dos anéis em uma área de 16,7 mil m².

Os anéis de concreto que serão fabricados vão ser utilizados pela máquina tuneladora Shield, popularmente conhecida como “Tatuzão”, que vem sendo montada e vai escavar o túnel e revesti-lo com essas peças. Esse Shield, que foi apelidado de “Cora Coralina”, tem cerca de 100 metros de comprimento e 500 toneladas.

Sua operação será feita com a construção do túnel em direção ao Poço Falchi Gianini, que fica entre as estações Vila Prudente (já em operação) e Orfanato, que é a primeira do novo trecho. Depois o Shield vai escavar o trecho entre o complexo Rapadura e a Penha.

A ampliação da Linha 2-Verde ocorre entre a Vila Prudente e a Penha, para construir mais 8,4 km (sendo 8 km operacionais) de vias e oito novas estações, cruzando a zona leste de São Paulo. Quando pronto, o novo trecho vai agilizar o trajeto dos moradores da região leste e facilitar a chegada às demais regiões de São Paulo, além de redistribuir a demanda de passageiros nas demais linhas de metrô e trem, trazendo mais conforto às pessoas.