Governo de SP libera R$ 10 milhões para o turismo na região de Marília

Serão nove municípios beneficiados com valores que vão de R$ 571 mil a R$ 3,3 milhões, destinados a obras de infraestrutura turística

ter, 10/10/2023 - 16h55 | Do Portal do Governo

O desenvolvimento regional sustentável e a geração de novos empregos por meio da atividade turística são compromissos da Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo (Setur-SP). A região de Marília terá R$ 10 milhões para celebrar novos convênios de obras de qualificação turística. O recurso beneficia nove municípios: as estâncias turísticas de Tupã e Paraguaçu Paulista e os Municípios de Interesse Turístico (MITs) de Campos Novos Paulista, Garça, Ibirarema, Marília, Pedrinhas Paulista, Santa Cruz do Rio Pardo e Timburi.

Os recursos são encaminhados aos municípios pelo Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos, o Dadetur, ligado à Setur-SP. “O cenário natural das cidades garante um alto fluxo de visitantes para a região o ano todo e favorece as viagens de curta duração. Soma-se a este fator, uma diversidade de atrativos”, afirma o secretário da Setur-SP, Roberto de Lucena.

Os recursos fazem parte dos R$ 400 milhões liberados pelo Governo de São Paulo para novos convênios estaduais com as prefeituras dos 140 municípios de interesse turístico e 70 estâncias turísticas paulistas. Os recursos são direcionados a obras de qualificação e investimentos em infraestrutura de estâncias como, Paraguaçu Paulista a 465 km de São Paulo, destino conhecido como “Cidade das Águas” fazendo jus ao nome pela abundância de águas em todo o território, ou de municípios turísticos como Garça que possui o Turismo Rural como destaque com riquezas naturais, fazendas de café, restaurantes rurais, lindos cenários para cavalgada, observação de pássaros, além de uma culinária com produtos diretamente da roça.

Os investimentos no turismo estão ampliando a participação do setor na economia do estado. De acordo com o Centro de Inteligência da Economia do Turismo (CIET), a movimentação financeira do turismo paulista deve atingir R$ 276,5 bilhões, responsável por 9,2% do PIB de São Paulo. De janeiro a setembro, o Dadetur realizou 460 repasses de recursos para convênios de obras em andamento que totalizaram R$ 212,6 milhões.

Os repasses atenderam a 188 municípios, sendo 121 MITs e 67 estâncias turísticas. Este é o maior volume de repasses do Dadetur realizados nos primeiros nove meses do ano, se comparado às gestões anteriores. Foram realizadas também a inauguração de 75 obras, o que totaliza R$ 46 milhões. O Governo de São Paulo também lançou o CrediturSP, o maior e mais completo serviço de acesso ao crédito turístico no Brasil. A iniciativa oferece R$ 4 bilhões em recursos para desenvolvimento do turismo em todo o estado, além de serviços de consultoria e orientação, para agentes públicos e privados.

 


REGIÃO DE MARÍLIA

R$ 10.008.882,16

CAMPOS NOVOS PAULISTA R$ 571.081,63
GARÇA R$ 571.081,63
IBIRAREMA R$ 571.081,63
MARÍLIA R$ 571.081,63
PARAGUAÇU PAULISTA R$ 2.680.847,27
PEDRINHAS PAULISTA  R$ 571.081,63
SANTA CRUZ DO RIO PARDO  R$ 571.081,63
TIMBURI  R$ 571.081,63
TUPÃ  R$ 3.330.463,47