59% dos adolescentes gays não vão ao médico

O medo do preconceito e da discriminação faz com que os adolescentes gays de São Paulo evitem ao máximo procurar unidades de saúde para acompanhamento médico. É o que aponta […]

seg, 30/06/2008 - 15h23 | Do Portal do Governo

O medo do preconceito e da discriminação faz com que os adolescentes gays de São Paulo evitem ao máximo procurar unidades de saúde para acompanhamento médico. É o que aponta pesquisa da Secretaria de Estado da Saúde realizada, em maio, com jovens que participaram da Parada do Orgulho GLBTT em São Paulo. Foram entrevistados durante o evento 576 adolescentes menores de 20 anos, dos quais 527 se declararam lésbicas, gays, bissexuais, travestis ou transexuais.

A Secretaria da Saúde está desenvolvendo programa específico para atendimento de adolescentes GLBTT em todo o Estado, estruturando a rede pública de saúde para lidar com esses jovens, sem quaisquer preconceitos, focando a prevenção de doenças e promoção de saúde.

Secretaria da Saúde

(11) 3066-8701/8702

Saiba mais